Home > Notícias

Brasil deverá vender 10,1 milhões de PCs em 2007, prevê Abinee

Estimativa da Abinee representa aumento de 23% nas vendas, impulsionadas pela explosão de notebooks, cujos números crescerão 211%

Por Guilherme Felitti, repórter do IDG Now!

08/08/2007 às 18h04

Foto:

Estimativa da Abinee representa aumento de 23% nas vendas, impulsionadas pela explosão de notebooks, cujos números crescerão 211%

O mercado brasileiro de informática deverá fechar o ano de 2007 com 10,1 milhões de computadores, sejam eles notebooks ou desktops, comercializados, segundo estimativa da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee).

A estimativa, divulgada nesta quarta-feira (08/08), baseia-se nas vendas de PCs durante o segundo trimestre de 2007, que chegaram a 2,34 milhões de unidades, aumento de 19 em relação ao mesmo período de 2006.

No acumulado durante o primeiro semestre do ano, a Abinee registra um aumento semelhante, que chega a 20% graças às 4,33 milhões de unidades movimentadas entre janeiro e julho.

Caso se concretize, a projeção significará um aumento de 23% na quantidade geral de notebooks e desktops vendidos no Brasil em 2007 se comparado com o ano anterior.

O crescimento anual é puxado pela explosão nas vendas de notebooks, que deverão crescer 211% em comparação aos dados de 2006, contra um aumento de apenas 6% entre os desktops.

No segundo trimestre, o setor de portáteis seguiu a tendência e, com suas 365 mil unidades comercializadas, registrou crescimento de 156%.

No período, a Abinee também observou o encolhimento nas vendas dos chamados PC clones, graças a maior participação de marcas estabelecidas em grandes varejos.

Segundo o estudo, a redução dos PC clones manterá sua queda, caso forem mantidas as condições atuais do mercado.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail