Home > Notícias

Nokia alerta que 46 milhões de suas baterias podem superaquecer

Empresa diz que conhece 100 casos em que o incidente aconteceu e que os afetados podem obter novas baterias de forma gratuita

Por James Niccolai, para o Computerworld*

14/08/2007 às 17h45

Foto:

Empresa diz que conhece 100 casos em que o incidente aconteceu e que os afetados podem obter novas baterias de forma gratuita

A fabricante de aparelhos celulares Nokia se dispôs nesta terça-feira (14/08) a trocar 46 milhões de suas baterias usadas em aparelhos móveis por novas de outro fabricante, porque há um risco de que elas superaqueçam.

O componente com falhas foi fabricado pela japonesa Matsushita Battery Industrial e vendido em grande escala por um baixo custo para os telefones da Nokia da família N91 e E60.

No Brasil, segundo a assessoria de imprensa, não houve remessa oficial de aparelhos com essa bateria, mas eventualmente terminais importados pelos usuários podem usá-la. Consumidores podem tirar suas dúvidas sobre este caso no telefone 0800-7701282.

A Nokia diz que “em casos muito raros” um pequeno curto-circuito pode causar às baterias de marca Nokia BL-5C um superaquecimento enquanto estiverem sendo recarregadas.

A empresa diz que conhece cerca de 100 incidentes até agora, lembrando que nenhum causou danos maiores.

As pessoas envolvidas com o problema podem obter baterias novas de forma gratuita, segundo a Nokia. No web site da companhia estão listados os modelos de telefones em que foram usadas as baterias e há ainda uma descrição sobre como agir caso o usuário seja um dos afetados.

*James Niccolai é editor do IDG News Service, em Paris.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail