Home > Notícias

Mulheres representam 45% dos consumidores online no Brasil

Com tíquete médio de 251 reais, no 1º semestre, mulher gasta menos do que o homem, que faz média de 331 reais em compras online

Por Daniela Braun , editora do IDG Now!

16/08/2007 às 18h17

Foto:

Com tíquete médio de 251 reais, no 1º semestre, mulher gasta menos do que o homem, que faz média de 331 reais em compras online

A participação das mulheres no volume de compras da internet brasileira cresceu de 37% em 2000 para 45% dos 8,1 milhões de consumidores online, no primeiro semestre deste ano, revela a 16ª pesquisa Webshoppers, divulgada nesta quinta-feira (16/08) pela consultoria e-bit.

Embora a presença das mulheres nas compras virtuais tenha crescido nos últimos sete anos, o público feminino gasta menos do que o masculino quando vai às compras virtuais. Nos primeiros seis meses do ano, o tíquete médio das mulheres foi de 251 reais, enquanto os homens gastaram uma média de 331 reais na internet.

As mulheres, segundo a e-bit são responsáveis pela maioria dos pedidos de livros na internet brasileira. A categoria ainda ocupa o primeiro lugar em volume de vendas no e-commerce com 17% de participação, seguida por Informática (13%) e Eletrônicos (10%).

Segundo a pesquisa, as mulheres concentram suas compras em ítens de Cuidados Pessoais, Moda e Acessórios e Cama, Mesa e Banho, onde registram uma média de gastos de 210 reais. Já os homens apresentam um gasto médio de 556 reais em compras online concentradas nos segmentos de Eletrônicos, Eletrodomésticos e Informática.

Em um comparativo com base das compras online efetuadas de janeiro a dezembro de 2006, a participação feminina nas compras de produtos de Saúde e Beleza foi de 63%, contra 37% do público masculino. No segmento de Vesturário e Acessórios, as mulheres efetuaram 57% das compras e os homens 43%.

Já nos segmentos de Informática e Eletrônicos, o público masculino registrou 75% e 68% de participação, respectivamente.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail