Home > Notícias

Brasil alcança quarta posição no ranking mundial de vendas de PCs

Com fortes vendas de notebooks, País salta da sétima posição para a quarta, atrás apenas de Japão, China e EUA

Por Redação do IDG Now!

31/08/2007 às 19h39

Foto:

Com fortes vendas de notebooks, País salta da sétima posição para a quarta, atrás apenas de Japão, China e EUA

O Brasil foi alçado do sétimo ao quarto lugar mundial em vendas de PCs no segundo trimestre, graças principalmente ao crescimento no consumo de notebooks no País, reportou a IDC Brasil.

Segundo a consultoria, o Brasil registrou uma alta de quase 20% em abril e junho, com vendas de 2,1 milhões de desktops e notebooks.

De acordo com a analista Reinaldo Sakis, já no primeiro trimestre o Brasil ficou em terceiro lugar nas vendas mundiais de desktops, com 1,7 milhão de unidades vendidas. Porém, somadas as vendas de notebooks (227 mil unidades), o País caiu para a sétima posição.

No segundo trimestre, as vendas de notebooks superaram as expectativas, totalizando mais de 300 mil unidades vendidas.

Apesar do crescimento, os preços de notebooks, que vinham caíndo muito desde 2006, se mantiveram estáveis entre abril e junho, quase no mesmo patamar dos três primeiros meses de 2007.

Para Sakis, o que impulsionou o mercado foi a redução nos juros das parcelas e o aumento nos prazos de pagamento, que fortaleceram as vendas de produtos “tecnicamente mais completos e conseqüentemente mais caros”. As vendas de desktops no período chegaram a 1,8 milhão de unidades.

Dados históricos da IDC mostram que, em 2004, o Brasil estava em oitavo lugar no ranking mundial com vendas de desktops, e em notebooks ocupava o 33º lugar.

Em 2005, o País assumiu o quinto lugar em desktops, porém em notebooks a posição do Brasil caiu para a 34º. Já em 2006, o Brasil saltou para o terceiro lugar nas vendas de desktops, e no quesito notebooks subiu para o 25º posto.

No primeiro trimestre de 2007, a aquisição de desktops diminuiu e o País caiu para a quarta posição, mas a explosão nas vendas de notebooks posicionou o Brasil na 17º colocação na categoria. Por fim, no último trimestre, as vendas garantiram terceiro lugar na comercialização mundial de desktops e o 15º em notebooks.

As estimativas da IDC apontam para vendas de aproximadamente 9 milhões de computadores no Brasil em 2007, o que representará um crescimento de 25% em relação às vendas do ano passado.

À frente do Brasil no ranking mundial estão Japão, China e Estados Unidos. Para a IDC, será difícil para o Brasil galgar mais posições no ranking ainda este ano, já que o Japão vendeu 3,1 milhões de computadores em um trimestre considerado fraco, e os resultados da China e dos Estados Unidos foram, respectivamente, de quase de 7 milhões e  16 milhões no mesmo período.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail