Home > Notícias

Intel prepara lançamento do Penryn e pode adiantar linha Silverthorne

Após oficializar Xeon 7300, companhia se foca no lançamento dos primeiros chips de 45 nanômetros, que chegarão em novembro deste ano

Por IDG News Service

06/09/2007 às 17h02

Foto:

Após oficializar Xeon 7300, companhia se foca no lançamento dos primeiros chips de 45 nanômetros, que chegarão em novembro deste ano

Após lançar o processador quad-core Xeon 7300, da Intel, realizado nesta quarta-feira (05/09), os esforços da companhia deverão se focar agora nos preparativos para o lançamento dos primeiros chips Penryn, até o final do ano.

E a companhia vem sinalizando mais ainda que está planejando para o começo de 2008 colocar no mercado a linha Silverthorne para handhels e PCs ultramóveis.

A Intel confirmou planos para lançar uma versão para servidores do Penryn antes do fim do ano, mas a empresa está divulgando poucas informações sobre seus planos para aparelhos móveis e desktops do chip.

O Penryn oferecerá melhor desempenho que os atuais chips da Intel, e a companhia está contando com eles para frear qualquer avanço que a rival AMD possa experimentar com a linha quad-core Barcelona, a ser lançada na próxima semana.

"Até agora, dissemos que vamos lançar uma família completa de processadores com 45 nanômetros até o final do ano", afirma Nick Jacobs, porta-voz da Intel em Cingapura, se referindo à tecnologia de produção dos chips Penryn.

Penryn é o codinome do processo de 45 nanômetros usado nos futuros chips da Intel, que atualmente são feitos com o processo de 65 nanômetros.

Os números se referem ao tamanho médio dos componentes que podem ser criados dentro de um chip de silício. Quanto menor, mais componentes podem ser integrados, o que implica em chips mais poderosos, com menor consumo de energia e mais baratos.

No caso do Penryn, a Intel aproveitará sua habilidade em encolher os componentes para integrar mais células de memória em seus chips, aumentando o tamanho do cache e melhorando o desempenho.

Os primeiros processadores Penryn deverão ser lançados em novembro, mas a Intel deverá anunciar exatamente quando o lançamento acontecerá.

Além do lançamento do Penryn para servidores no final do ano, a Intel deverá divulgar as variantes para desktop Yorkfield e Wolfdale no começo de 2008, com algumas especulações sobre versões high-end para desktops que podem chegar antes do final do ano.

A Intel está segurando a introdução dos chips Penryn móveis até o próximo ano, quando a companhia planeja atualizar sua plataforma Centrino para notebooks.

Já o Dunnington, processador desenvolvido para servidores com quatro ou mais processadores, tem previsão de ser lançado no final de 2008 e substituirá os chips Xeon 7300 anunciados pela Intel nesta quarta-feira (05/09).

A Intel também está preparando o lançamento do Silverthorne para o próximo ano. Produzido usando o processo de 45 nanômetros, o chip de núcleo duplo Silverthorne é muito pequeno, permitindo que 2,5 mil chips sejam produzidos em um único wafer para ajudar a baixar custos.

O processador foi desenvolvido para baixo consumo de energia e vem junto ao chipset Poulsbo.

A companhia planejou o lançamento do Silverthorne durante o segundo trimestre do próximo ano. Mas a empresa jogou para a primeira metade de 2008.

Sumner Lemon é editor do IDG News Service, em Cingapura.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail