Home > Notícias

iPhone chega ao Reino Unido em novembro com parceria entre Apple e O2

Apple e O2 anunciam parceria para levar iPhone ao Reino Unido, primeiro país depois dos EUA a receber smartphone, a partir de novembro

Por IDG News Service/França

18/09/2007 às 14h54

Foto:

Apple e O2 anunciam parceria para levar iPhone ao Reino Unido, primeiro país depois dos EUA a receber smartphone, a partir de novembro

A operadora de telefonia britânica O2 venderá o iPhone, da Apple, no Reino Unido a partir de novembro por 269 libras (cerca de mil reais), anunciaram as companhias nesta terça-feira (18/09).

A O2 venderá o celular com contratos de até 55 libras mensais (210 reais). Pelo preço, clientes podem falar 200 minutos, enviar 200 mensagens e usar quantidades ilimitadas de transferência de dados, além de ter acesso gratuito à rede de sete mil hotspots.

Leia também:

A O2 tem contrato de exclusividade com a Apple para ser a única no Reino Unido a vender o celular, assim como a norte-americana AT&T tem com a Apple nos Estados Unidos.

A Apple lançou o iPhone nos EUA no final de junho, exclusivamente para a rede da AT&T. O iPhone com 8 GB de memória custava inicialmente 599 dólares, mas a companhia cortou seu preço para 399 dólares menos de dois meses após o lançamento.

Com seu preço de 269 libras, o iPhone terá competição mais difícil no Reino Unido do que nos Estados Unidos. Isto por que os preços dos smartphones são tipicamente mais baixos na Europa, onde muitas operadoras subsidiam novos telefones para atrair clientes.

O iPhone europeu é exatamente como o modelo norte-americano, que opera nas freqüências 900 MHz e 1800 MHz do padrão GSM, além das bandas 850 MHz e 1900 MHz da América do Norte. Como o vendido nos EUA, o iPhone europeu não tem acesso a redes 3G ou EDGE.

A Apple revelou uma nova versão do firmware do iPhone na sexta-feira (14/09) com mudanças no menu nas opções internacionais não vistas em versões anteriores.

Tais mudanças serão úteis enquanto a Apple se prepara para lançar o iPhone em países que não falam inglês. É esperado que a companhia anuncie acordos similares com operadoras na França e Alemanha nas próximas semanas.

De acordo com a diretora de pesquisa do Gartner, Carolina Milanesi, a Orange, subsidiária da France Telecom, e a T-Mobile, subsidiária da Deutsche Telekom, são as prováveis parcerias da Apple nos países.

A Apple precisará entrar em novos mercados para cumprir as expectativas dos analistas sobre o iPhone. A companhia afirmou que vendeu o primeiro milhão de iPhones em apenas 74 dias, mas a consultoria iSuppli afirmou no começo de setembro que espera que a Apple venda 4,5 milhões de iPhones por todo o mundo neste ano - para 2008, a cifra pode atingir 15 milhões.

Mesmo que seja o smartphone mais vendido em julho, contando por 1,8% de todos os aparelhos pela iSuppli, o iPhone terá competição dura na Europa com outras marcas de smartphones.

A Nokia afirmou que vendeu mais de 10 milhões de aparelhos das suas linhas Nseries e Eseries durante o trimestre terminado em 30 de junho.

Peter Sayer, editor do IDG News Service, de Paris.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail