Home > Notícias

Target.com sofre processo por não ser acessível a deficientes visuais

Target se recusou implementar acessibilidade ao site, violando estatutos e atos do direito civil que defende público especial

Por IDG News Service/Taipé

05/10/2007 às 11h18

Foto:

O site Target.com foi processado pela National Federation of the Blind (NFB), dos Estados Unidos, por não oferecer acessibilidade aos usuários norte-americanos que possuem deficiência visual.

A Corte Distrital do Norte da Califórnia, nos Estados Unidos, está sentenciando este e outros sites para garantir que os mesmos sejam acessíveis a deficientes visuais.

“Este é um grande passo no país, onde por muito tempo estas pessoas têm sido excluídas do acesso igualitário à economia na rede”, diz o NFB em um documento. “Todas as empresas devem tomar nota desta decisão e imediatamente abrir suas portas aos deficientes.”

O processo alega que a Target falhou em tornar seu site acessível aos deficientes visuais e que se recusou a fazê-lo ao se deparar com a questão, violando dois estatutos dos direitos civis da Califórnia e o Ato dos Norte-americanos com Necessidades Especiais.

De acordo com o projeto WebAIM, da Utah State University e do Center for Persons with Disabilities, as pessoas com problemas de visão podem acessar a web usando leitores de tela - que lêem as palavras em voz alta.

O projeto da WebAIM sugere diversas formas de tornar os sites mais acessíveis, incluindo designs com descrições textuais abaixo dos gráficos, fotos e outras imagens.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail