Home > Notícias

Apple é processada após divulgação de relatório do Greenpeace

Após afirmação sobre substâncias tóxicas no iPhone, grupo pede que Apple etiquete o produto alertando sobre composição

Por Macworld.com/EUA

15/10/2007 às 19h46

Foto:

O Center for Environmental Health está processando a Apple após a divulgação de um relatório do Greenpeace alegando que o iPhone carrega substâncias tóxicas, anunciou o grupo nesta segunda-feira (15/10).

Leia mais:

De acordo com a lei da Califórnia, produtos que expõem os consumidores à substância “phthaltes”, bem como a outros componentes tóxicos de reprodução ou cancerígenos devem possuir uma etiqueta de aviso.

“Não há razão para ter estas químicas potencialmente danosas em iPhones”, explica o diretor executivo do Center for Environmental Health. “Esperamos que a Apple reformule seus produtos para que eles não ameacem os consumidores e o ambiente.”

O grupo pede que a Apple etiquete o aparelho informando que ele contém “phthaltes” - mas na realidade o centro deseja que a empresa se livre de todas as substâncias prejudiciais.

“De uma forma geral, o que queremos é encorajar os fabricantes, por meio de um acordo, a reduzirem o uso destas químicas”, explica uma porta-voz do Center for Environmental Health, Caroline Cox. “Este é nosso objetivo com a Apple”, completa.

A Macworld não teve retorno dos representantes da Apple até a publicação da notícia.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail