Home > Notícias

Cisco afirma que irá cooperar com a investigação da Polícia Federal

Por e-mail, relações públicas da Cisco para países emergentes afirma que empresa ainda tenta entender o que está acontecendo

Por Redação do IDG Now!

17/10/2007 às 10h32

Foto:

Em comunicado por e-mail à Redação do IDG, relações públicas da companhia para países emergentes afirma que empresa ainda tenta entender o que está acontecendo.

Leia mais:

  • Justiça determina prisão temporária de executivos da Cisco e da Mude

Procurada para comentar a detenção de executivos da companhia dentro da operação Persona, da Polícia Federal, a Cisco Systems informou, em um e-mail à Redação do IDG, que a empresa "ainda está no processo de entender exatamente o que aconteceu" e que, por isso, não poderia dar mais detalhes.

De qualquer forma, Felipe Lamus, relações públicas da Cisco para países emergentes, afirma no e-mail que a companhia "vai cooperar integralmente com as investigações".
Os principais executivos da Cisco e da Mude, distribuidora que atua com os produtos da marca Cisco no Brasil, foram detidos hoje para depoimentos sobre possíveis esquemas fraudulentos de importação de mercadorias.

O assunto já entrou na pauta de agências internacionais. A CNN, por exemplo, publicou há pouco matéria com o título: Cisco Systems confirma invasão da Polícia em escritório brasileiro".

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail