Home > Notícias

Europa avalia uso de celular em vôos : Ofcom é primeira a apoiar a idéia

Inicialmente, só celulares de 2ª geração estarão aptos ao uso em aeronaves

Por IDG News Service/Bélgica

19/10/2007 às 13h51

Foto:

O órgão regulador das telecomunicações no Reino Unido Ofcom decidiu avaliar a permissão para que as companhias aéreas da Inglaterra ofereçam serviços de telefonia móvel aos passageiros através de estações radiobase onboard.

Leia mais:

O movimento tem sido considerado pelas empresas de telecomunicações e agências de segurança aérea em toda a União Européia depois que a Electronic Communications Committee deu recentemente seu aval à idéia.

A Ofcom é a primeira agência reguladora a apoiar a idéia publicamente, mas a Air France já avalia equipar um dos seus mais recentes Airbus com o sistema On Air, outra versão do Airbus SAS.

Enquanto algumas empresas aéreas já oferecem serviços de telefone pagos dentro de suas redes, a proposta do Reino Unido vai permitir que os passageiros usem seus próprios celulares para fazer chamadas, diz a Ofcom em um comunicado. O serviço, entretanto, vai exigir aprovação da agência de aviação civil daquele país.

A tecnologia que se estuda para essa aplicação é um sistema pico-cell padrão GSM na freqÜência de 1.800 MHz, que possibilita conexão direta entre os terminais dentro do avião e as redes instaladas em solo.

O principal problema de usar celulares nas aeronaves não é a interferência nos sistemas de comunicação dos aviões, mas a possibilidade de interferência com as estações radiobase em solo, dizem os especialistas.

A Austrália já emitiu uma licença para operar serviços móveis de telefonia dentro dos aviões com a mesma tecnologia e a operadora australiana Quantas testa um deles em um avião da Boeing, de acordo com a associação internacional Iata, que monitora o desenvolvimento da tecnologia e seu comportamento nas aeronaves.

Dentro da Europa, as empresas consideram oferecer telefonia móvel como um serviço aos passageiros. Fora da Europa, companhias dos Emirados Árabes e da Ásia pensam em oferecer a opção através da operadora Quantas. A agência de aviação civil americana, por sua vez, informou que não tem planos de permitir o uso de celulares em vôos no curto prazo. O Brasil ainda não avaliou a idéia.

O primeiro serviço desse tipo deverá estar disponível em 2008 no Reino Unido, sujeito ainda à aprovação da agência de aviação civil, segundo a Ofcom.

As agências de telecomunicações avaliam em quais freqüências poderão licenciar tal serviço. Inicialmente, somente os celulares de segunda geração estarão aptos ao uso em aeronaves para voz e troca de mensagens de texto. A Ofcom informa que no futuro, no entanto, ele poderá ser estendido aos modelos 3G.

A tecnologia estudada só pode ser usada quando o avião estiver acima de 3 mil metros do solo, para evitar que os aparelhos tentem se conectar com estações radiobase instaladas em terra.

Apesar da Ofcom ter tornado pública sua postura favorável ao tema ontem (18/10), ainda existe oposição ao uso do celular durante o vôo inclusive am alguns jornais, como o britânico Daily Telegraph.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail