Home > Notícias

Software controla o que seu filho vê na web

Barra de ferramenta de customização de navegadores permite aos pais bloquear websites indesejáveis

22/10/2007 às 16h00

Foto:

Desenvolvido por uma organização sem fins lucrativos, a Barra ParentalControl foi projetada para manter as crianças longe de conteúdo inapropriado na internet. Apesar do fabricante afirmar que ela funciona com Firefox 1.5 ou superior, Safari 10.4 ou superior, bem como o Internet Explorer, não houve compatibilidade com o Firefox 2.0. Não testamos no Safari.

O programa visa bloquear automaticamente material de nudez e de sexo explícito. Os pais podem optar por censurar também violência, linguagem pesada, salas de bate-papo e fóruns de discussão, além de “atividades potencialmente perigosas” (o termo não foi definido).

O ParentalControl também rastreia a atividade do usuário enquanto estiver no Child Mode (Modo Criança), permitindo que os pais saibam o que o filho vê na web.

Por padrão, a barra bloqueia conteúdo não classificado, ou seja, o navegador não vai mostrar nenhum site que não esteja certificado pelo sistema ICRA. Um rápido teste mostrou no entanto que vários sites legítimos não têm o certificado. Assim, é necessário desativar o mecanismo ou aprovar manualmente páginas educacionais como de noticiários locais e de museus.

O acesso às configurações do programa é protegido por senha. Infelizmente, os pais têm que disponibilizar uma dica que é mostrada na caixa de password. Pode ser difícil pensar em uma combinação de dica e senha que uma criança mais velha não consiga desvendar.

Mais problemático é o fato de que nos poucos testes que fizemos, o software permitiu que fossem feitas buscas pelo termo “pornô” e até que alguns dos resultados da busca fossem acessados.

Essa ferramenta grátis pode ser útil para os pais de crianças mais novas; ele pode ser usado para restringir acesso a uma série de web sites. No entanto, nossos testes revelaram sua fragilidade, o que pode torná-lo inútil para adolescentes.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail