Apple não libera compras do iPhone em dinheiro, revela funcionário

Política tem por objetivo rastrear compradores para evitar o desbloqueio

https://pcworld.com.br/idgnoticia2007-10-291763620860/
Clique para copiar

Quem entra em uma loja da Apple para comprar um iPhone com dinheiro não terá sorte. A empresa agora está aceitando somente pagamentos por cartão de crédito ou débito para rastrear quem compra o dispositivo, informou um funcionário da Apple Store do bairro SoHo, em Nova York.

Leia mais:

A nova política da empresa é uma tentativa de evitar que as pessoas comprem e desbloqueiem os aparelhos para depois revendê-los - situação que tem sido um problema para a empresa.

Segundo declaração do funcionário da Apple Store, que não quis ser identificado, não é permitida a compra de iPhones sem que o comprador possua um cartão em seu nome.

“Precisamos rastrear as compras do iPhone pois temos pessoas que os compram, destravam e vendem”, enfatiza o funcionário.

Segundo funcionários da loja, a limitação para compra de duas unidades, por exemplo, sempre existiu - esta política de pagamento, contudo, é nova.

A Apple anunciou recentemente uma estimativa de que 250 mil iPhones foram comprados com o objetivo de desbloqueio.

Caso a avaliação do analista da Piper Jaffrey, Gene Munster, esteja correta, a Apple recebe 18 dólares mensalmente por cada iPhone da operadora AT&T. E, baseado nos últimos resultados trimestrais da empresa, os desbloqueios geram um prejuízo de 4,5 milhões de dólares.

A equipe de relações públicas da Apple não respondeu aos pedidos por comentários do IDG News Service.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site