Home > Notícias

Chat no século XXI tem que ter pelo menos voz e imagem

Tecle, fale e veja pessoas ao redor do mundo com esse bate-papo de vídeo bem simples de usar

30/10/2007 às 14h43

Foto:

O Camfrog traz a antiga sala de bate-papo para o século XXI acrescentando voz e vídeo. O programa é fácil de usar e tem boas propriedades, apesar de uma série de funções úteis serem exclusivas para a versão paga do software, o Camfrog Pro.

A instalação e o log-in são fáceis e agradáveis. Em poucos minutos, o usuário já está em uma sala cheia de pessoas falando entre si em uma variedade de fontes, tamanhos e estilos.

Clicando em algum nome, uma janela se abre, mostrando o vídeo da webcam da pessoa, caso ela tenha uma. Só é possível ver uma imagem por vez com esta versão. Vizualizar múltiplos sinais de vídeo requer upgrade para a versão Pro, bem como aumentar o tamanho da tela.

A equipe de suporte do Camfrog  na sala principal é bastante atenciosa e colaborativa – respondeu a todas as nossas perguntas rapidamente. Quem frequenta as salas? Bom, essas salas são abertas para o público em geral. Usuários mais rodados sabem o que os espera.

Os chats são monitorados para que o nível se mantenha amigável e familiar, mas existem salas para maiores de 18 anos, onde as conversas – e os vídeos – se tornam muito mais explícitos. O programa inclui uma opção de controle de acesso por parte dos pais, e o usuário precisa desmarcar uma opção de segurança antes de entrar nesse tipo de sala.

Para tecladores ocasionais, o Camfrog funciona bem; se você for um usuário mais assíduo e se importar muito com as questões dos vídeos, talvez queira um upgrade para a versão Pro.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail