Home > Notícias

Barateamento de PCs com Linux pode dificultar ainda mais objetivo da OLPC

Novos laptops com Linux podem roubar clientes em potencial da OLPC

Por IDG News Service/EUA

05/11/2007 às 12h51

Foto:

Com a queda no preço de componentes, estratégias agressivas por partes de fabricantes notebooks com Linux podem significa mais problemas para o grupo One Laptop per Child entregar laptops baratos para crianças em países em desenvolvimento.

Leia mais:

A Asus recentemente lançou seu Eee PC, enquanto a Everex afirmou que logo venderá um desktop com Linux e processador x86 por menos de 300 dólares.

Estes preços competitivos podem roubar clientes que pensavam em comprar um XO, que custará cerca de 200 dólares em programas especiais de venda, mas se decidirão por portáteis comerciais, afirmam analistas.

A OLPC espera que seu laptop educacional XO revolucione o aprendizado de crianças nos países em desenvolvimento, mas está enfrentando atrasos de produção e aumentos no preço do portátil, que já dobrou sua cifra inicial de 100 dólares.

A integração progressiva de hardware para incluir mais funções como gráficos ajudou a derrubar preços de laptops comerciais, afirma Roger Kay, fundador e presidente da Endpoint Associates. O preço de telas de LCD caíram pela agressiva competição entre fabricantes, afirma.

O preço crescente de RAM foi contido pela queda no preço de processadores, resultado da competição aquecida entre fabricantes de chips x86 como Intel e AMD, afirmou John Greenagel, diretor de comunicações da Semiconductor Industry Association.

O mercado de notebooks se manterá forte enquanto preços caírem, o que faz com que produtos comerciais possam se tornar alternativas ao XO, afirmou Kay. "Pessoas gostam das funções básicas e, se você pode ter acesso a elas por quase o mesmo preço, por que ir com o notebook limitado?".

No entanto, o XO não é voltado para crianças ou consumidores de mercados do primeiro mundo, afirma Ben Bajarin, analista da Crative Strategies. A Índia e países da África têm diferentes cenários de uso e o laptop foi criado para eles, afirma Bajarin.

Notebooks comerciais têm um propósito diferente e são para uma audiência muito maior, diz ele. O XO tem uma distribuição própria de Linux, chamada de Sugar, com programas educativos e carregamento de bateria adaptada para ambientes extremos que usam geradores solares e movidos a trabalho bovino.

A queda dos preços do notebooks não  afetará a OLPC, acredita Walter Bender, presidente de software e conteúdo do grupo. Na verdade, ele diz que o Eee PC é uma boa opção para a indústria comercial. "Toda a indústria está se movendo na direção correta".

"O objetivo da OLPC é entregar laptops conectados para crianças, não laptops potentes com conexões para crianças. Se o setor comercial oferecer estas configurações, eles terão mais poder", afirmou.

Até agora, a OLPC recebeu pedidos de notebooks de países como Peru, Uruguai e Mongólia. O grupo enfrenta a competição da Intel para oferecer laptops educacionais para países em desenvolvimento como México, Nigéria, Paquistão, Líbia e Brasil.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail