Home > Notícias

Android do Google é apenas um press release, diz Steve Ballmer

"Eles têm um press release. Nós temos muitos milhões de clientes", declarou o CEO da Microsoft sobre o rival.

Por Martyn Williams, editor do IDG News Service, de Tóquio.

08/11/2007 às 10h46

Foto:

Os planos do Google de entrar no mercado de telefonia móvel com o lançamento da plataforma Android para desenvolvimnto em celulares pode ter impressionando muitas pessoas da indústria, mas não Steve Ballmer, Chief Executive Officer (CEO) da Microsoft, um de seus maiores concorrentes.

Leia mais:

Ballmer evitou fazer comentários específidos sobre o Android durante uma coletiva de imprensa, em Tóquio, nesta quinta-feira (08/11). "Bom, é claro que os esforços deles são apenas palavras no papel por enquanto. É difícil fazer uma comparação muito clara [com o Windows Mobile]", disse.

Ballmer destacou o sucesso que sua companhia alcançou com a plataforma Windows Mobile, que detém uma boa parcela do mercado de smartphones, especialmente na América do Norte. Segundo ele, o Windows Mobile está presente em 150 modelos de celulares vendidos por mais de 100 operadoras e, este ano, a Microsoft deve licenciar 20 milhões de aparelhos com seu sistema operacional.

"Estamos em um ótimo momento. Nós trouxemos o Windows Mobile 6 ao mercado, estamos nos direcionando para futuras versões e teremos de ver o que o Google fará", declarou o CEO da Microsoft. "Neste exato momento eles têm um press release. Nós temos muitos milhões de clientes, um ótimo software, muitos dispositivos de hardware, e eles são bem-vindos ao nosso mundo."

A plataforma de código aberto Android foi desenvolvida pelo Google e por mais de 30 parceiros sob o guarda-chuva da "Open Handset Alliance". A idéia é combinar componentes open-source, incluindo um conjunto de sistema operacional, middleware, inferface e aplicações personalizáveis.

Entre os grandes nomes da indústria que apóiam a aliança estão as operadoras T-Mobile, NTT DoCoMo, Sprint Nextel, Telecom Italia, Telefonica e China Mobile, os fabricantes Samsung, LG, Motorola e HTC; além de Intel, EBay, NVidia, Qualcomm e Texas Instruments.

Ao lado do Windows Mobile, outro grande rival do Google é a Symbian. Há dois dias, em uma conferência realizada em Tóquio, o CEO da empresa também reduziu a importância do anúncio do Google. "É apenas outra plataforma Linux", disse Nigel Clifford. "Há dez, 15, 20 e talvez 25 plataformas Linux diferentes por aí. Parece que o Linux está se fragmentando mais rápido do que se consolidando."

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail