Home > Notícias

Sob frio e chuva, britânicos e alemães esperam na fila pelo iPhone

Apple fornece guarda-chuva e café aos clientes que esperam na porta

Por Macworld/Reino Unido

09/11/2007 às 17h41

Foto:

Centenas de clientes ansiosos pelo iPhone enfrentaram filas sob baixas temperaturas e chuva na Alemanha e no Reino Unido. Nesta sexta-feira (09/11), as vendas do aparelho foram iniciadas nas duas regiões.

Leia mais:

A T-Mobile, dona da Deuthsche Telecom, que vai distribuir o aparelho na Alemanha, já alertou que a demanda pelo iPhone pode ser maior que os estoques.

Já a loja da Apple na Regent Street, em Londres, reportou ter recebido uma grande quantidade de aparelhos para a estréia nesta sexta.

O primeiro da fila formada na porta da loja britânica é Graham Gilbert, desenvolvedor de vídeo freelancer, que viajou de Manchester até Londres para colocar as mãos no iPhone.

A Apple forneceu aos ansiosos compradores que passaram a noite na fila capuzes, capas e guarda-chuvas e, durante a chuva torrencial que atingiu Londres, garantiu abrigo dentro da loja.

Durante a manhã desta sexta, a Apple serviu café aos consumidores que ainda congelavam na fila, segundo o blogueiro Tomek Jasinski, que reporta diretamente da porta da loja em Londres.

Na Alemanha, o iPhone custará 399 euros (1.022 reais), incluindo um contrato de dois anos de serviço com a T-Mobile, enquanto no Reino Unido o telefone será vendido pela operadora O2 e custará 269 libras (984 reais) com um contrato de 18 meses.

Para o analista Jonathan Arber, da consultoria Ovum, o aparelho vai se encaixar bem ao portfólio da O2, que é líder em conexões e receita por usuário no Reino Unido, ajudando a empresa a promover suas tarifas de dados e competir no mercado high end.

Uma das desvantagens para os clientes é que a rede EDGE da operadora (que garante acesso a dados via celular) tem cobertura limitada - apenas 30% da sua área de atuação, segundo o especialista.

Já para a T-Mobile, o iPhone representa uma arma para competir em um mercado que cresce em volume mas diminui em receita e para fazer frente à rival Vodafone, que tem maior receita por usuário e maiores ganhos com dados, disse Arber.

A operadora alemã deve oferecer aos seus clientes maior potencial de uso de dados pelo iPhone, já que sua rede EDGE tem 100% de cobertura.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail