Home > Notícias

Vendas de TVs de tela plana crescem 230% entre 2006 e 2007, diz GfK

Telas planas alcançam 8,7% da fatia de mercado de TVs

Por Redação do IDG Now!

14/11/2007 às 17h10

Foto:

O volume de vendas de TVs de tela plana no Brasil deve apresentar crescimento de 230% entre 2006 e 2007. A previsão foi divulgada pela consultoria GfK Marketing Services na terça-feira (12/11), durante a 4º Conferência “O Brasil e as Novas Tecnologias”.

Leia mais:

Do total de TVs vendidas no Brasil entre janeiro e setembro deste ano, os modelos LCD corresponderam a 5,9% do total - chegando a 8,7% em setembro.

A apresentação, feita pela gerente de marketing da GfK, Gisela Pougy, mostrou queda na preferência por modelos de tubo (CRT) - de 90,7% em julho deste ano para 88,8% em setembro. Em 2006, as TVs CRT reporsentavam 97% das vendas do segmento.

A participação das TVs de plasma ainda é pequena e se manteve estável durante o primeiro semestre, com média de 2,5% das vendas.

A tendência é que o mercado continue a ganhar espaço. “Com queda de 40% nos valores dos produtos, as pessoas preferem, ao trocar sua TV, pagar um pouco mais e migrar para uma tela fina”, opina Gisela.

A diretora acrescenta que 2007 é um ano que favorece o segmento de telas finas, graças também a parcelamentos que podem ser obtidos em varejistas populares.

No caso dos modelos de tela fina, a predominância fica com os modelos LCD – 70%, seguida pelos de plasma, com 29%. A venda total de ambos os modelos foi de 444 mil unidades.

A preferência dos usuários por modelos de alta definição também é crescente. Enquanto 47% optavam por esta característica entre janeiro e setembro de 2006, no mesmo período deste ano o número saltou para 76,7%.

“Os consumidores estão percebendo que a alta definição é importante para que possam migrar para a TV digital”, afirma Gisela.

O número de marcas que trabalham com tela fina mais que dobrou de 2005 até hoje e, segundo Gisela, a tendência é que o crescimento continue, “pois há oportunidade neste mercado.”

Segundo o Ibope, o Brasil gastou, em 2006, 304 minutos por dia assistindo TV – em 2002, o total era de 286 minutos.

Valor por polegada
O valor de TVs LCD no Brasil ficou entre 1.362 dólares, para um modelo de 26 polegadas, e 2.945 dólares, para modelos de 42 polegadas. No Chile, os preços são menores: entre 829 (26 polegadas) e 1.808 dólares (42 polegadas).

O tamanho de tela mais vendido (29%) desta tecnologia no período foi 32 polegadas, sendo que, com 26%, vieram os modelos de 26 polegadas.

No caso dos modelos de plasma, o valor para o Brasil é de 2.346 dólares para 42 polegadas e 4.362 dólares nas TVs de 50 polegadas. O primeiro é o que abrange a maior parcela do mercado (78%).

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail