Home > Notícias

Apple Store chega “disfarçada” de espaço exclusivo nas lojas do hipermercado Extra

Alvo, segundo executivo do Pão de Açúcar, é atingir aquele que compra “Nike em dez vezes”

Por Nando Rodrigues, da PC WORLD

21/11/2007 às 15h26

apple_store_70.jpg
Foto:

apple_store_150Fãs brasileiros dos equipamentos da Apple vão poder vivenciar, a partir desta quinta-feira (22/11), a experiência Apple Store nas lojas da rede de hipermercados Extra, do Grupo Pão de Açúcar. Embora o diretor de comércio internacional do Grupo Pão de Açúcar, Alexandre Lodygensky, defina a iniciativa como “Store in Store”, ou seja, uma loja dentro das lojas do grupo, o espaço seguirá a mesma proposta das lojas da Apple existentes em outros países.

O primeiro hipermercado a receber a ‘loja’ da Apple é o Extra do Itaim, localizado na Zona Sul da capital paulista. Será um espaço de 40 metros quadrados, customizado para os padrões da empresa de Steve Jobs, inclusive no quesito mobiliário. Nele, a linha de desktops, notebooks e iPods da Apple estarão disponíveis para degustação, incluindo acesso a uma rede sem fio, e onde vendedores do Extra – ‘certificados’ pela Apple – podem orientar o cliente sobre o uso dos equipamentos. Outras três lojas – nas unidades Brigadeiro, Morumbi (ambas em São Paulo) e Barra da Tijuca (RJ) – serão inauguradas até o dia 6 de dezembro, chegando a 16 lojas no final de janeiro de 2008.

O Extra já vende iPods desde abril deste ano, mas o produto é exposto na área comum de eletrônicos das lojas. “A proposta, agora, é oferecer um espaço interativo e exclusivo, onde o cliente pode ‘degustar’ antes de comprar”, diz Lodygensky. Toda alinha de produtos para o consumidor final estará disponível, com exceção do iPod Touch, que já está em estoque, mas aguarda homologação da Anatel para ser comercializado.

Preços iguais
O acordo da Apple com o Extra não afeta a política de preços praticada pela Apple e o preço dos equipamentos vai seguir a tabela da fabricante. Em contrapartida, o Extra vai oferecer facilidades de financiamento, com parcelamentos até dez vezes sem juros em cartões de crédito; até 12 vezes, também sem juros, no cartão Extra; ou em até 24 vezes por crédito direto ao consumidor (CDC), com juros.

Questionado sobre a mudança de paradigma das lojas em relação à venda de computadores – hoje, não só no Extra mas na maioria das áreas de eletrônicos dos grandes hipermercados, os equipamentos estão em exposição mas não podem ser manuseados pelo consumidor – Lodygensky diz que essa será uma experiência totalmente nova, inclusive para o grupo.

“As visitas às nossas lojas, às vezes se tornam passeios em família e estamos com uma proposta de reposicionamento do Extra, ampliando a participação de produtos diferenciados”, diz o executivo. O público-alvo, segundo palavras do executivo: “O mesmo que compra um Nike e parcela em dez vezes em vez de comprar um tênis mais barato.”

De olho nas compras de final de ano, o Extra diz estar preparado para atender qualquer demanda maior. Além de estoque local planejado para as 16 lojas, o Pão de Açúcar utiliza o mesmo modelo adotado em outras negociações,  importa diretamente os equipamentos da Apple, a partir de Miami, e conta com a agilidade de fabricante para atender pedidos em curto espaço de tempo.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail