Home > Notícias

Estúdios de Hollywood processam serviço e café chineses por pirataria

MPA processa Jeebo e Shanghai East Cyber Cafe por permitirem que usuários vejam filmes sem pagamento de direitos autorais

Por IDG News Service/China

23/11/2007 às 17h03

Foto:

Grandes estúdios de Hollywood estão lutando para que usuários que ofereceram para download ilegal filmes, como "Piratas do Caribe 2 - O baú da morte", sejam levados à corte nos próximos meses.

Leia mais:

Uma ação legal iniciada no dia 28 de setembro será julgada pela 2º Corte Intermediária de Xangai em 29 de novembro, afirmou a agência de notícia oficial da China Xinhua News nesta quinta-feira (22/11).

A ação iniciada pelos estúdios Twentieth Century Fox International, Walt Disney International, Universal International, Paramount Pictures e Columbia Pictures contra o provedor de conteúdo online Jeboo.com e uma LAN house em Xangai, afirmou Frank Rittman, conselheiro legal para região da Ásia/Pacífico da Motion Picture Association Internacional (MPA), que coordena o processo na China.

Uma inspeção da polícia descobriu que o Shanghai East Cyber Cafe facilitava a exibição não licenciada de filmes de 13 membros da MPA por meio da Jeboo; A MBA não revelou quando a inspeção foi realizada.

"Cafés com internet são fontes significantes de pirataria na China", afirmou Rittman, citando uma relatório da consultoria chinesa CCDINet, afiliada ao Ministério da Indústria de Informações, que alegava que LAN houses no país são os pontos primários de conexão para 29,5% dos internautas chineses, e que 76% deles assistem filmes nos estabelecimentos.

Uma técnica usada por chineses para assistir filmes é usando a barra de entretenimento da Jeboo, afirmou Rittman. "O Jeebo é um grande player. O que eles fazem é oferecer uma barra de entretenimento a seus clientes. Ela é uma empresa bastante significante e cafés são fontes significantes de pirataria no país", diz.

Os cinco estúdios pedem indenização de cerca de 432 mil dólares em reparações e custos legais e buscam também enviar uma mensagem a cafés pelo país sobre o "risco de processos caso haja envolvimento com pirataria".

Um representante do Jeboo.com não retornou às chamadas para comentar o processo.
A MPA estima que grandes estúdios de Hollywood perderam 2,7 bilhões de dólares em 2005 em vendas que poderiam ter gerado em cinemas e DVDs para locação em razão da pirataria.

No entanto, um recente estudo questionou os dados da MPA, afirmando que a organização vem se concentrando em países estrangeiros, especialmente nações em desenvolvimento, sendo que países como Reino Unido, Espanha, França e Estados Unidos têm as maiores taxas de pirataria em relação ao faturamento per capita do planeta.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail