Home > Notícias

Sul-coreano não morreu devido a explosão de bateria do celular, diz LG

Homem morreu, na verdade, devido a um acidente com um trator

Por IDG News Service/Japão

30/11/2007 às 15h20

Foto:

O homem sul-coreano supostamente morto devido à explosão da bateria de um celular na verdade morreu devido a um acidente industrial, revelou a LG nesta sexta-feira (30/11).

Leia mais:

O trabalhador, cujo nome não foi revelado, foi encontrado na última quarta-feira (28/11) com um celular derretido no bolso de sua camisa. Sua morte foi atribuída à explosão da bateria de um aparelho da LG.

Os primeiros relatórios levaram à “injusta conclusão da mídia e público geral de que um produto da LG causou esta tragédia. Isto afetou a reputação da empresa por mais de um dia”, escreveu a LG em uma declaração.

A mídia da Coréia do Sul divulgou, nesta sexta-feira (30/11), que a morte do trabalhador foi, na verdade, acidental. O jornal Chosun Ilbo afirmou que o homem foi atingido por um parceiro de trabalho em um acidente com um trator de escavação. O Yonhap News também reportou a mesma causa de morte.

O The Korea Times afirmou que o dispositivo provavelmente pegou fogo graças ao forte impacto contra a máquina.

O caso repercutiu no mundo inteiro pelo fato de algumas empresas já terem recolhido baterias por defeitos de fabricação que poderiam causar explosões - como a Nokia, que recolheu 46 milhões de unidades por problemas de superaquecimento. Esta semana, a bateria de um aparelho da fabricante explodiu na Nova Zelândia.

Além disso, outros casos similares ocorreram recentemente, como a morte de um chinês e queimaduras em um usuário de São Paulo - ambos usavam aparelhos da Motorola, cujas baterias explodiram.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail