Home > Notícias

Escolas públicas terão internet rápida até 2010, diz ministro

Hélio Costa disse ainda que sua pasta vai investir R$ 30 milhões no desenvolvimento do WiMax

Por Redação do IDG Now!

21/12/2007 às 11h40

Foto:

As 55 mil escolas públicas da área urbana, onde estudam 80% dos alunos da rede pública de todo o país, vão poder contar, até o fim de 2010, com serviços de internet de alta velocidade, promovido por empresas telefônicas, dentro de um compromisso contratual de colaborar com a universalização das comunicações.

Leia mais:

A medida foi anunciada na quinta-feira (20/12) pelo ministro das Comunicações, Hélio Costa, logo depois de encontro com representantes das empresas. Costa garantiu que, nos próximos dias, serão acertados os detalhes finais para garantir a implantação do serviço.

Em entrevista coletiva, o ministro falou que a isenção de cobrança de 27% do Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS), aprovada pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) na semana passada para os serviços de banda larga via satélite, “foi uma medida muito sensível e importante para  a inclusão digital nas escolas”.

O ministro afirmou que sua pasta vai investir 30 milhões de reais no desenvolvimento da tecnologia WiMax para expansão das comunicações sem fio, como no caso do acesso à internet via satélite.

A idéia, segundo ele, é “projetar o país até 2010 como referência mundial no desenvolvimento de tecnologias wireless [internet sem fio]”.

“O Brasil deve fazer uso intensivo das tecnologias de acesso sem fio em banda larga para enfrentar o desafio da inclusão digital e temos capacidade para desenvolver um modelo nosso.”

Os recursos para o desenvolvimento do projeto são do Conselho Gestor do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico de Telecomunicações (Funttel), que junto com  a diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES),  aprovaram no último dia 11 a contratação de  projeto para o desenvolvimento do sistema WiMax.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail