Home > Notícias

Windows XP continuará vivo e a TI vai ficar mais verde

Um olhar atento para dentro da bola de cristal mostra que em 2008 a TI fica verde, há uma extensão do suporte ao Windows XP, boa adoção de Linux e mais redes móveis abertas

Por IDG News Service (EUA)

02/01/2008 às 17h38

escritorio_150.jpg
Foto:

escritorio_150
As previsões para 2008 na área de TI foram feitas nas últimas semanas ouvindo analistas, fornecedores, consultores e outros amigos geeks. Algumas vezes aceitamos e em outras rejeitamos as previsões recebidas. Como as nossas expectativas do ano passado se confirmaram, você pode dar um crédito às nossas previsões. Portanto, para esse ano, a bola de cristal prevê:

1. Adiamento do decreto de morte do XP
A Microsoft vai anunciar a extensão até o final de 2008 da disponibilidade do Windows XP, em vez de encerrá-lo no dia 30 de junho, como era sua estimativa anterior. Em setembro de 2007, a empresa ampliou a extensão do final de janeiro para junho, após reclamações dos usuários, sem mencionar o fato de que muitas companhias decidiram adiar a mudança para o Vista. A migração vai continuar lenta pelo menos até a metade de 2008.

2. Quem está hackeando quem?
Um importante incidente internacional vai surgir quando os hackers chineses se comprometerem com a defesa ou os sistemas de segurança (ou também ambos) de outro governo. Documentos classificados vão ser arrombados. Acusações vão ser feitas. Relacionamentos vão ficar tensos e difíceis por um tempo.

3. TI fica cada dia mais verde
A “TI Verde” vai se tornar um modelo sustentável no mercado corporativo. A última linha do balanço das empresas será a força principal para que escritórioa e data centers sejam cada vez mais verdes. Preocupações ambientais (estimuladas por relatórios alarmantes) vão ser temas dominantes em 2008, incentivando ações de empresas, consumidores e governo que vão incluir até trabalhos em conjunto para salvar o planeta e os orçamentos traçados. A União Européia vai novamente ser a principal força governamental por trás das regulamentações verdes de 2008.

4. Evolução de rede
Redes móveis não vão apenas se abrir para dispositivos, equipamentos e aplicações, mas também a uma infinidade de serviços e aplicações. Conteúdos de mídia, pesquisa, redes sociais, compras e uma variedade de serviços vão todos ser partes padronizadas de uma experiência em rede móvel. As redes “tem que se envolver em muitas formas radicais”, diz Jake Seid, parceiro geral da Lightspeed Venture Partners. Quanto radical ainda não sabemos, mas analistas acreditam que 2008 será um divisor de águas para redes serem abertas e para grandes mudanças no ambiente móvel, particularmente por causa do efeito provocado pelo iPhone.

5. Um ano Linux
Como o Vista continua tropeçando na corrida para sua adoção em massa, o Linux vai fazer uma grande jornada no mercado corporativo, assim como no governo. Ao mesmo tempo, o magro sistema operacional vai se tornar uma opção mais atraente para usuários domésticos e aparelhos eletrônicos de consumo, é estimulado pelo Open Handset Alliance e o advento da plataforma móvel Android, do Google, que vai ser construída no centro do Linux. Jim Zemlin, o presidente da Linux Foundation, vê 2008 como um ano muito interessante e um marco para o Linux e nós pensamos que ele está certo sobre isso.++++

escritorio_150
6. Crescimento das redes sociais

As redes sociais vão invadir empresas até o final do ano. Serviços ligados ao Salesforce.com que permitem aos profissionais compartilhar informação vão se tornar padrão neste segmento de mercado. Mas aumentando, as aplicações de redes sociais vão penetrar nas empresas, mesmo se o departamento de TI como isso ou não. “Isso vai ser guiado mais por adoções pessoais”, prevê Konstantin Guericke, co-fundador da LinkedIn e CEO da Jaxtr. “Nós somos seres sociais – nós gostamos de ver o que nossos amigos e colegas estão fazendo”.

7. Linhas nebulosas
As distinções entre consumidores e mercado corporativo de TI vão continuar nebulosas e o fenômeno das redes sociais é um elemento disso. A compra de iPhone vai trazer o equipamento para o ambiente corporativo, forçando os departamentos de TI a lidar com isso. Segurança e proteção contra hackers, spams, phishers e outros vai continuar causando uma grande dor de cabeça para administradores de rede, assim como a fusão da TI doméstica com a corporativa.

8. O movimento de consolidação
Fornecedores de software exclusivos vão ser cada vez mais coisa do passado, na medida em que a Oracle e outros gigantes miram mais opções de possíveis aquisições no ano novo. E o IDC previu para 2007 e novamente para 2008 que o Salesforce.com vai ser comprado (já que isso ainda não aconteceu em 2007). Isso parece um bom palpite. Nós não esperamos que a Palm atravesse 2008 sem ser comprada e que os boatos de longa data sobre um negócio entre a Microsoft e a RIM possam passar também.

9. Virtualização chega ao desktop
Nós não queremos fazer uma previsão de virtualização, mas seríamos negligentes demais. Muitos prognósticos apostam em suas bolas de cristal que a virtualização está chegando aos desktops. Enquanto alguns analistas estão prevendo que uma parte vai acontecer em Thin Client 2.0, Barry Eggers, parceiro geral da Lightspeed, infra-estrutura corporativa, antevê alguma coisa diferente. “Thin clients estavam reduzindo custos de capital com um hardware fino. A virtualização é sobre prover aplicações inteligentes aos usuários de desktops”, ele diz. Ele antevê que um modelo de mais sucesso vai encontrar as compras em TI usando a virtualização de desktop em conjunção com servidores virtualizados. Early adopters estão percebendo que usuários não eram tão afiados neste modelo porque a “experiência do usuário é muito menos satisfatória do que um desktop completo”, ele diz, mas que vai começar a mudar no próximo ano. Como? Vai funcionar? Bom, isso nós vamos deixar para as previsões de 2009.

10. Vote cedo e freqüentemente
Embora nós percebamos que os EUA não são o centro do universo, as eleições do próximo ano parecem mais importante na escala global do que as demais de um passado recente. Então, nós prevemos níveis históricos de número de presentes nas urnas em novembro e que isso vai elevar também a números históricos os problemas com votações eletrônicas. O estado de Ohio vai ser uma bagunça nesse sentido. A Flórida não vai ser muito melhor. Enquanto o resultado da corrida presidencial não vai estar em perigo por questões de voto eletrônico, alguns estados e locais precisam de recontagens manuais por causa de problemas com máquinas.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail