Home > Notícias

Motoristas que falam ao celular causam congestionamento

Estudo da Universidade de Utah conclui que quem fala ao celular leva mais tempo para concluir a viagem

Por Redação do IDG Now!

03/01/2008 às 17h37

Foto:

Motoristas que falam ao celular atrasam o trânsito, ultrapassam menos veículos lentos e levam maior tempo para concluir suas viagens. É o que revela um estudo da Universidade de Utah, nos Estados Unidos.

Leia mais:

O estudo conclui que quem fala ao celular é responsável por gerar congestionamento no trânsito. Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores fizeram testes com 36 estudantes em um simulador de automóvel – cada um deles fez o mesmo trajeto falando a um celular em viva-voz e sem falar ao telefone.

A probabilidade de um motorista falando ao celular trocar de faixa é 21% menor, em um cenário de trânsito médio, e 19% menor, em trânsito pesado.

Os motoristas falando ao telefone demoraram em média, de 12% a 31% mais tempo seguindo um veículo lento a 60 metros de distância, dependendo da densidade do trânsito. Isso significa que eles levaram de 25 a 50 segundos a mais para fazer a ultrapassagem.

Por fim, o estudo revelou que motoristas ao celular dirigem, em média, 3,2 km/h mais devagar e levam de 15 a 19 segundos a mais para completar um trajeto de 15,4 km.

“Pode não parecer muito, mas pode se tornar considerável se 10% dos motoristas estão falando ao celular ao mesmo tempo”, observou Joel Cooper, doutorando em psicologia e co-responsável pelo estudo, em um documento de divulgação.

Estudos anteriores revelam ainda que falar ao viva-voz é tão perigoso quanto segurar o telefone ao volante, pois o que distrai o motorista é a conversa; que jovens adultos falando ao telefone passam a ter reações na direção tão lentas quanto as de idosos; e que motoristas falando ao celular têm o mesmo grau de performance que motoristas com 0,08 % de álcool no sangue – o que já é considerado dirigir bêbado em alguns estados dos Estados Unidos.

Estatísticas do departamento de controle de tráfego revelam ainda que motoristas falando ao telefone têm quatro vezes mais chance de se acidentarem e uma outra pesquisa nos Estados Unidos revela que a qualquer horário do dia 10% dos motoristas estão falando ao telefone.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail