Home > Notícias

Google Dashboard amplia discussão sobre privacidade no serviço

Nova ferramenta é um painel que mostra informações sobre diversos serviços da empresa em apenas uma página.

PC World/EUA

06/11/2009 às 10h23

Foto:

O Google Dashboard, ferramenta do Google que mostra em uma página informações sobre todos os serviços da empresa de internet, pode trazer mais problemas com segurança e privacidade do que resolver.

Os usuários têm motivos para ficarem preocupados, ou pelo menos curiosos, sobre que tipo de informação sobre eles está disponível na web. O Google é como o Grande Irmão da internet – indexando e catalogando virtualmente tudo o que você faz online. Listar tudo na internet é como uma rede social em que sua finalidade central está em conflito direto com a privacidade e a segurança. O principal objetivo é indexar tudo e garantir acesso ao máximo de informação possível – mesmo que seja algo pessoal.

Um tipo de hackeamento – chamado de Google Hacking – evoluiu usando serviços de busca do Google para expor informações que provavelmente não deveriam ser de conhecimento público. Quem sabe alguns truques do buscador consegue encontrar nomes de usuários e senhas, planilhas de finanças e documentos confidenciais aproveitando o banco de dados de informações indexadas e armazenadas no Google.

Nós vemos o Google como um provedor de informação e esperamos que ele tenha respostas. O Google se estabeleceu como esse tipo de recurso e tem um motivo para “você procurou no Google” ter se tornado uma resposta comum quando se procura informação.

A onisciência virtual do Google também desperta preocupações com privacidade e tem causado algumas reações com serviços como o Google Social Search, o Google Voice ou o Google Maps.

Isso nos traz ao novo Google Dashboard. O problema é o seguinte: qualquer tecnologia ou serviço que torna a vida mais fácil e mais conveniente também é mais fácil e conveniente para cibercriminosos. Então o Google entrega todos os detalhes que tem sobre o usuário em uma única página como o Google Dashboard, facilitando também a vida dos cibercriminosos. Uma conta do Google pode ter informações importantes para eles.

O consultor de segurança da BT Professional Services Ben Rothke nota que “o Google Dashboard é semelhante a colocar todos os ovos em uma mesma cesta. O problema é que o usuário final médio não tem ideia de como guardar esse cesta digital. Então uma vez que a conta é invadida, a vítima tem toda a experiência em serviços Google comprometida.

O conceito é novo e tem certo fator curioso, mas a maior parte dos usuários não vai nem olhar as informações disponíveis no Google Dashboard. Os que fizerem não devem monitorar frequentemente para limpar ou remover dados que eles não querem que fiquem disponíveis na internet.

Isso deixa a ferramenta como um tesouro escondido para cibercriminosos. Os usuários não devem frequentar o site ou colocar informações, mas você pode apostar que qualquer um que conseguir acesso algumas contas do Google vai visitar o Dashboard para ver que tipo de jóias podem ser desenterradas.

Para ser justo, os problemas de informações indexadas e da habilidade de descobrir informações importantes usando sistemas de busca não é único do Google. O fato de ser chamado Google Hacking é um tipo de homenagem infeliz para o sucesso que a marca alcançou como o principal sistema de busca do mundo. As informações também podem ser encontradas usando o Bing ou qualquer outro buscador – eles apenas não criaram painéis para tornar mais fácil a visualização de várias informações em uma única página.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail