Home > Notícias

Sony não acredita em sucesso do novo portátil Nintendo 3DS

Para o diretor de marketing da companhia japonesa, John Koller, a tecnologia norte-americana funciona melhor em consoles de mesa.

Matt Peckham, da PC World/EUA

25/03/2010 às 14h49

Foto:

 

Respondendo ao surpreendente anúncio da Nintendo, que a empresa planeja lançar uma versão 3D de seu popular portátil DS até março de 2011, o diretor de marketing da Sony, John Koller, em entrevista ao site IGN afirmou acreditar que a tecnologia funciona melhor em consoles de mesa. "O interesse em 3D do ponto de vista de vendedores e produtoras de jogos está fora das tabelas", afirma Koller. "Nós sabemos que acertamos com o 3D no PS3 e vamos concentrar nossos esforços nisso".

Ok. Você provavelmente dirá: O que mais a Sony irá dizer? Afinal de contas, a companhia está se debruçando sobre a venda de TVs 3D caríssimas e quer que você acredite que a tecnologia é a próxima grande onda - mesmo que não seja.

E mesmo que seja, a Sony é cética a respeito da aplicação da tecnologia 3D em dispositivos portáteis. Estamos falando aqui sobre as telas, quem sabe apenas uma, com menos de 4 polegadas. Pode parecer legar por um tempo ver vídeos do YouTube por alguns segundos, mas pode ser agradável ou mesmo prejudicial aos olhos passar muito tempo jogando nelas. 

Koller disse querer ver até onde a Nintendo vai chegar com a tecnologia 3D em um console portátil. Há pouco tempo no segmento de games portáteis, o diretor da Sony diz que a estratégia da concorrente é interessante, mas questiona o potencial de mercado que a solução possa ter. "Uma público de 8, 9 anos de idade jogando em 3D é pouco demais para o esforço que os pesquisadores estão tendo hoje".

E não se pode esquecer que uma TV 3D  hoje custa mais de 4 mil dólares. Assim, o console portátil de Nintendo não deve chegar ao mercado por menos de 200 dólares.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail