Home > Notícias

IFA 2012: TVs de Ultra Alta Definição deixam modelos Full HD no chinelo

Fabricantes preparam a nova geração de aparelhos de altíssima definição, com quatro vezes mais detalhes. Mas preços serão astronômicos.

Renato Rodrigues*

31/08/2012 às 13h59

Foto:

Se você acabou de comprar uma TV Full HD e acha que está no topo da escala "resolutiva", é triste - mas prepare-se para ficar com um produto obsoleto. Entre os lançamentos da IFA 2012, chamaram a atenção - literalmente- do público as imensas TV 4K. A sigla significa resolução quatro vezes maior que o Full HD - ou seja, 3480x2160 pixels.

Quatro grandes marcas apresentaram suas TVs de altíssima definição na feira de tecnologia que acontece na capital alemã: Sony e Toshiba, mais próximas de lançamentos, e Samsung e Panasonic, que parecem apenas mostrar que podem fazer.

No estande da Sony, o público se aglomerava diante da TV de 84 polegadas. Com cores e qualidade de imagem impressionantes, a TV é capaz de fazer o chamado upscaling - aumentar a resolução de Full HD para o 4K usando algoritmos que inserem pixels na imagem. Não é a solução ideal, mas dá conta do recado enquanto não chega ao mercado conteúdo em tamanha qualidade (pode esperar sentado).

Sony4K

A TV também possui o recurso de dual view gaming, permitindo que dois usuários joguem em tela cheia ao mesmo tempo, usando óculos especiais - cada um capta uma imagem emitida pela TV. Além de ser 3D, claro.

Assim como a Sony, a Toshiba parece pronta para chegar ao mercado com suas TVs 4K. Em seu estande, a empresa demonstrou dois modelos - um menor, de "apenas" 55 polegadas, e outro no tamanho que parece o preferido das fabricantes, 84 polegadas. 

O aparelho usa uma tecnologia própria, chamada Cevo Engine 4K, para fazer o upscaling e gerar imagens melhores, diz a empresa. Na demo, no entanto, somente imagens gravadas em 4K eram exibidas - com qualidade impressionante, diga-se.

Toshiba4K

A LG também anunciou que seu modelo 4K está pronto, e prometeu como diferencial um sistema de som "3D" - seja lá o que for isso.

Por fim, Panasonic - com um protótipo de inimagináveis 8K de resolução - e Samsung (bem timidamente) também mostraram que estão nessa corrida. 

As barreiras ainda são grandes, claro. Simplesmente não existe conteúdo disponível nessa resolução - nem em Blu-Ray. Um engenheiro da Toshiba disse ao IDG Now! que mesmo câmeras de cinema ainda não gravam em 4K, e as existentes são caras.

Além disso, transmitir imagens nesse detalhamento via internet ou mesmo via cabo exigiria uma quantidade de banda imensa, ainda mais com o crescimento da adoção de TVs assim. 

E tudo isso sem falar na questão do preço, claro. Embora nenhuma fabricante tenha divulgado preços, a Toshiba já lançou seu modelo de 55", por módicos 8 mil euros.

* o jornalista viajou a convite da Philips

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail