Home > Dicas

Imprima as fotos tiradas com o iPhone

Depois de editar suas fotos no aparelho, está na hora de imprimir as imagens

Macworld / EUA

13/07/2010 às 16h59

Foto:

A câmera do iPhone é uma ótima ferramenta para quem quer enviar fotografias por e-mail, postá-las no Flickr ou mesmo compartilhar com os amigos no Facebook. Contudo, apesar de pequena, a câmera do smartphone é respeitável, permitindo que as imagens sejam impressas em boa resolução. O iPhone não consegue produzir fotos com resolução suficiente para impressões enormes, mas para imagens de 10x15 cm a qualidade é notável, e muito boa até mesmo para fotografias com 20x25 cm. Tudo isso depende também do trabalho na hora de tirar a foto, de qual iPhone foi utilizado e se a impressora é boa o suficiente. 

iPhone_01_160x120

Dicas para boas fotos

As fotos tiradas com um iPhone 4 serão melhores para impressão do que aquelas feitas com modelos anteriores, pois são  imagens com um número maior de pixels, assim como o 3GS em relação a seu precursor, e assim por diante. Quanto mais pixels, mais isso será refletido na nitidez da imagem, além do que, as versões 3GS e 4 do iPhone oferecem opções de controle de foco e do modo de medição de luz, o que permite mais flexibilidade ao tirar as fotografias. Entretanto, mesmo trabalhando com a primeira geração do iPhone, é possível fazer pequenas impressões.  

Há algumas melhorias que podem ser feitas nas fotos utilizando um editor de imagens, mas antes o usuário deve se preocupar em capturar a imagem tão bem quanto possível no momento, e isso vale tanto se o destino da imagem for a impressão ou armazenamento eletrônico. Essas dicas para tirar fotos são válidas para todos os fotógrafos que usam iPhone: 

Lembre-se: quanto mais luz, melhor para o iPhone. Se a foto for em um local fechado com pouca luz, experimente acender algumas lâmpadas.

Se o modelo do iPhone for o 3GS ou mais recente, toque na tela para escolher qual parte da imagem estará em foco. O fundo provavelmente vai estourar e ficar completamente branco, mas é melhor ter o objeto bem iluminado do que uma silhueta sem rosto e um fundo bem exposto (a não ser que esse seja o efeito desejado).

Em situações de pouca luz, tente estabilizar a câmera – uma imagem borrada não podeser consertada. Um tripé compatível com o iPhone (http://migre.me/WHSs) é uma ótima solução, ou simplesmente apóie o celular em algum lugar firme e use o aplicativo de Photo Timer (http://migre.me/WHUX).

Se o aparelho for um iPhone 4, há mais algumas dicas a serem observadas. Primeiro, embora a câmera frontal facilite na hora de tirar fotos de si mesmo, lembre-se que as imagens tem uma qualidade muito inferior à da câmera de 5 megapixels na parte de trás do smartphone. Em segundo lugar, assim como qualquer flash, o LED do iPhone 4 pode estourar as imagens se usado em excesso. O iPhone não oferece nenhuma opção para compensar a exposição do flash, logo o único controle que o usuário possui é a distância. Quanto mais longe, menos intenso será o efeito do flash. Apesar do zoom digital não ser muito recomendado, com o iPhone vale a pena arriscar um pouco de pixelização para manter a exposição ao flash sobre controle; se a foto tiver que ser próxima, experimente ficar afastado e aplicar o zoom para reduzir o efeito do flash.

Escolha o tamanho do papel

print_interCaso a impressora seja de jato de tinta, a resolução ideal desejada é de 240ppi (pixels per inch, ou pixels por polegada). Nessa resolução, a primeira geração do iPhone ou um iPhone 3G (1600x1200 pixels) renderão impressões de 13x18 cm. Com o iPhone 3GS (2048x1536 pixels) dá pra conseguir uma foto de 15x21 cm, enquanto no iPhone 4 (2592x1936pixels), o resultado será de 20x25cm. Note que, apesar dos números indicativos, isso não significa que as impressões terão o mesmo resultado que fotos tiradas com uma câmera digital point and shoot, no mesmo tamanho.

É possível alcançar tamanhos maiores, mas as fotos terão uma qualidade um pouco menor. Contudo, já que impressões maiores são vistas de mais longe, então esses pequenos detalhes não oferecem grandes riscos. 

Se a escala da imagem for configurada no iPhone para 20x25, a resolução da foto vai cair para 160ppi. Com essa baixa densidade, as imagens ficarão embaçadas e as bordas pode parecer pixelizadas. No Photoshop, o usuário pode escolher fazer o resample da imagem (redimensionar a foto aumentando ou diminuindo o número de pixels) ao aumentar a escala, o que proporciona uma ampliação melhor. 

O iPhone tira fotos com a proporção de tela de 4:3. Se o objetivo é imprimir sem as bordas em um papel de 10x15cm (ou qualquer outro tamanho de impressão com proporção de tela de 2:3), a imagem terá que ser cortada. Para não esquecer do Mac, o aplicativo Photogene oferece opções para cortar (com restrições para proporções de tela de 3:2 e 4:3) e ferramentas para edição como ajustes de níveis, nitidez e controles de saturação. O aplicativo proporiona tudo o que é preciso para preparar as fotos para impressão. 

Imprima o produto final

fotos_celular100

Embora qualquer impressora consiga fazer o trabalho, o resultado é melhor em uma impressora fotográfica. Entretanto, como as fotos feitas com o iPhone não tem resolução tão alta, uma boa impressora colorida doméstica dá conta do recado. Se o usuário quiser criar impressões sem borda, é preciso ter certeza que o equipamento tem essa capacidade e será preciso papel fotográfico do tamanho correto. A maioria dos fornecedores disponibilizam folhas prontas, geralmente em papel brilhante e semi-brilhante, facilitando as impressões de 10x15. Claro que a impressão pode ser feita em folhas maiores e cortada, mas isso é mais uma dor de cabeça.

Para não perder tempo transferindo imagens para o computador, a impressão pode ser feita diretamente do iPhone. E se a edição também estiver sendo feita pelo aparelho, o aplicativo EuroSmatz’s Print n Share é uma ótima opção (http://migre.me/WHYm); ele permite selecionar qualquer imagem do celular (ou via e-mail, site, contato ou capturar a imagem diretamente da câmera) e enviar para uma impressora visível na rede local. Uma vez escolhida a imagem a ser impressa, aperte o botão para selecionar a impressora; como não há entrada USB no iPhone, a impressora terá que estar conectada à rede, via cabo ou wireless.  

Em nossos testes, o Print N Share funcionou corretamente, enviando a imagem a duas impressoras HP. Contudo, ao tentar o mesmo procedimento com uma impressora Epson, nada aconteceu. Felizmente, o servidor de impressões do EuroSmartz pode rodar no Mac, o que resolve o problema de impressoras "offline" para as quais o Print N Share não consegue enviar o documento.

Nesses casos, imprimir diretamente pelo smartphone facilita o processo, mas é melhor deixar o Mac ligado e executar o software do WePrint Server, que traz ainda outra opção interessante: impressão por 3G. Em outras palavras, é a opção de enviar um arquivo à impressora mesmo fora da rede local. O usuário pode, por exemplo, sair, tirar uma foto no caminho e enviar o documento via 3G para casa. A imagem já estará impressa quando ele chegar. 

Entretanto, o Print N Share tem alguns probleminhas. Para configurar satisfatoriamente a orientação da impressão em 10x15 cm são preciso alguns testes, e a impressão por 3G não funcionou corretamente algumas vezes. Não há opção para escolher o tipo de papel, apesar do papel brilhante ser padrão na maioria das impressoras. De qualquer maneira, o Print N Share é uma ótima solução para imprimir documentos diretamente do iPhone.  

Controle as expectativas

Mesmo dizendo que é possível obter boas impressões de 10x15cm do iPhone, é importante lembrar que mesmo assim ele é só um celular. A imagem não sairá perfeitamente nítida, mas vistas de certa distância as fotos ficam muito boas. Além do que é muito melhor uma imagem um pouco embaçada de um momento inesquecível do que nenhuma imagem.  

As fraquezas do iPhone podem, inclusive, ser tomadas como vantagem. Em alguns casos fotos borradas, com ruído ou cores saturadas podem ser divertidas. Ou ainda podem ser usados aplicativos como o CameraBag ou Hipstamatic para estilizar as fotos com um visual mais retrô ou desgastado antes de imprimir. Textura, granulado, ajustes de cor e ruído podem dar uma boa atmosfera, e imprimem bem. Se estiver usando um aplicativo para tirar ou editar fotos, cheque as configurações para certificar que as imagens estão sendo salvas no maior tamanho. 

Caso fique frustrado com a qualidade das impressões do iPhone, pense pelo lado positivo: não dá para jogar Tetris em câmeras convencionais.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail