Home > Notícias

Inglaterra proíbe propaganda “exagerada” do iPhone 3G

Agência reguladora diz que peça publicitária Unslow, que compara os dois iPhones, é exagerada e leva compradores ao engano.

Macworld/Reino Unido

27/11/2008 às 11h00

Foto:

No Reino Unido, a Apple não pode mais veicular uma propaganda sobre o iPhone 3G que anuncia a alta velocidade de dados no aparelho. A determinação da ASA (agência regulatória de publicidade do país) veio após queixas de consumidores de que os anúncios eram exagerados.

A peça, chamada de “Unslow”, mostra o iPhone 3G sendo utilizado para ler notícias online, ver o Google Maps e fazer download de arquivos, enquanto uma narração informa aos usuários: “Então o que há de tão ótimo no 3G? Ele o ajuda a ler notícias em alta velocidade. Encontre o seu caminho, muito rápido. E faça o download de algo muito bom, muito rápido. O novo iPhone 3G. A internet, você adivinhou, muito rápida”.

A ASA sustentou todas as 17 reclamações e afirmou que a campanha não pode ser veiculada novamente. A Apple argumentou que as afirmações de velocidade são “relativas, não absolutas”. Além disso, a companhia disse à ASA que as alegações são uma comparação entre o iPhone 3G e o modelo anterior.

A decisão da ASA apontou: “Como percebemos no texto que aparece quando o programa começa, “o desempenho da rede irá variar conforme a localidade”, consideramos que o visual, em conjunto com a repetida informação de “realmente rápido”, conduz os consumidores a acreditarem que o dispositivo opera verdadeiramente ou próximo da velocidade mostrada na publicidade. Nós entendemos que não - concluímos que o anúncio foi provavelmente uma enganação”.

A finalização da ordem judicial afirma: “O anúncio não deve aparecer novamente nesse formato”.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail