Home > Notícias

Intel confirma aumento na produção dos processadores Atom

Empresa já havia anunciado maior produção no início de maio, e explica que chip esteve em falta no mercado graças a grande demanda.

IDG News Service/Cingapura

03/06/2008 às 10h03

Foto:

A Intel aumentará o volume de produção da sua nova plataforma Atom, afirmou a empresa na segunda-feira (06/02).

O Chief Executive Officer da Asustek, Jerry Shen, disse que a pouca quantidade e atrasos no lançamento do Atom não afetarão a comercialização dos Eee PCs, e alertou que “se a Intel eliminar o problema até outubro, não haverá problemas”, disse Shen.

O Atom, lançado durante a feira Computex, em Taipé, é voltado a laptops e desktops de baixo custo. O chip esteve em falta no mercado graças ao alto nível de demanda dos fabricantes de hardware, afirmou o vice-presidente executivo e gerente geral da divisão Sales and Marketing da Intel, Sean Maloney.

Veja também:

> Fotos: Veja as novidades da Computex

> Novo Eee PC 901 com chip Atom
> Ultraportáteis conquistam brasileiros

A Intel já havia prometido aumentar a produção da plataforma no início de maio.

“Temos fábricas de 300 milímetros, então podemos lidar com esta questão”, disse Maloney, se referindo ao uso de camadas de silício com 300 milímetros. Cerca de 2.500 processadores Atom podem ser feitos em uma única chapa de 300 milímetros.

Maloney afirma ainda que, “em setembro, teremos grandes volumes do Atom”.

Segundo o vice-presidente corporativo da Acer, Jim Wong, a atual carência de processadores Atom não impediu o lançamento do laptop Aspire, mas a empresa acompanha de perto a Intel.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail