Home > Notícias

Intel distribui amostras de chip com 48 núcleos

Protótipos serão enviados a pesquisadores de instituições acadêmicas até o fim do semestre. Funções serão adicionadas a novos chips.

IDG News Service

08/04/2010 às 9h31

Foto:

Até o final deste semestre, a fabricante de microprocessadores Intel vai distribuir máquinas a pesquisadores com um processador experimental de 48 núcleos, enquanto a empresa tenta reformular seus futuros chips.

Quantidades limitadas do novo processador serão encaminhadas a instituições acadêmicas, informou o envangelista - executivo responsável por divulgar tecnologias e tendências - de tecnologia do Intel Labs, Sean Koehl, na quarta-feira (7/4), durante um evento da empresa em Nova York, nos Estados Unidos.

O chip pode não chegar a ser vendido comercialmente já que faz parte de um projeto de pesquisa, mas algumas funções podem ser implantadas em novos processadores.

O desenvolvimento do chip de 48 núcleos faz parte do programa de pesquisas 'terascale' da Intel. Entre os objetivos do programa destaca-se a inserção de um n[úmero maior de núcleos em um único processador para viabilizar uma computação mais rápida tanto em dispositivos móveis como em servidores.

O chip de 48 núcleos opera em uma velocidade de clock similar à dos chips da plataforma Atom, disse o engenheiro do Intel Labs, Christopher Anderson. Voltados a netbooks e pequenos desktops, os chips Atom são mais eficientes em consumo de energia e rodam a velocidades de clock entre 1.66GHz e 1.83GHz. O processador de 48 núcleos, desenvolvido em arquitetura mesh, pode ganhar um salto de desempenho quando todos os chips se comunicarem, observa Anderson.

A Intel e sua rival AMD anunciaram, na semana passada, chips para servidores com o maior número de núcleos já alcançado pela indústria até agora. Os processadores Xeon 7500 e 6500, da Intel, para servidores de grande porte, contam com oito núcleos, enquanto os chips Opteron 6100 anunciados pela AMD, possuem 12 núcleos.

A arquitetura do processador de 48 núcleos inclui avanços que bloqueiam gargalos de memória e comunicação comuns em chips x86.

Para acelerar a troca de informações, a topologia do chip organiza os núcleos com múltiplos pontos para recepção e envio de dados. Este roteamento entre os núcleos facilita a troca de dados e a arquitetura é expansível conforme novos núcleos são adicionais. O protótipo de 48 núcleos possui 24 pequenos roteadores entre eles, informa Koehl.

De acordo com o evangelista do Intel Labs, algumas funções do protótipo de 48 núcleos como gerenciamento de consumo de energia, podem ser aplicadas em novos chips, em curto prazo. O processador consome entre 25 watts e 125 watts, além de poder desativar alguns núcleos para diminuir a velocidade de clock e o consumo de energia.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail