Home > Notícias

Intel e Petrobras inauguram no RJ o “Posto do Futuro”

Posto é um protótipo de alta tecnologia e sustentabilidade. Cisco também participa do projeto.

Solange Calvo, da Computerworld

12/12/2011 às 22h05

Foto:

O conceito do Posto do Futuro Petrobras, inaugurado hoje na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, é resultado da parceria entre a Petrobras Distribuidora (BR) e a Intel. O trabalho conjunto envolveu tecnologias emergentes de interatividade com o consumidor, que possibilitam customizar o atendimento em todas as frentes do posto, desde o abastecimento a loja de conveniência e outros serviços. Essas características credenciam a iniciativa como a primeira dessa categoria no mundo.

A busca constante pela inovação aproximou as empresas. De acordo com o presidente da BR, José Lima de Andrade Neto, "o Posto do Futuro é um desdobramento natural da vocação por inovação da distribuidora. A tecnologia de ponta aplicada nesse posto sinaliza para onde vai o mercado e é onde estaremos."

Fernando Martins, presidente da Intel Brasil, destaca o fato de o Posto do Futuro ter sido totalmente desenvolvido no Brasil. "É um modelo para a indústria em todo o mundo e um exemplo da criatividade brasileira na aplicação de tecnologias de última geração."

A integração foi o ponto-chave do projeto, na avaliação de Max Leite, diretor de Inovação da Intel Brasil. "Trabalhamos na criação de uma solução específica, o software Posto do Futuro. Ele é o responsável pela integração de todas as tecnologias, portanto, o maior desafio", diz, destacando que trata-se de um sistema aberto, que nasceu com o objetivo de facilitar a interoperabilidade na plataforma, possibilitando a participação de variados parceiros. Além disso, é um conjunto de tecnologias que abriga processadores de baixo consumo de energia (Intel Atom) e também os de alto desempenho da segunda geração da família Core.

"A expansão da plataforma criada com a integração de recursos de outras empresas irá aprimorar os recursos e enriquecer os benefícios para os clientes do posto", afirma Leite. Fazem parte do portfólio de parceiros empresas como Cisco, Idea Labs, Engeset , Multiway e General Electric (GE). Esta última com equipamento de carga de veículos elétricos e nas bombas de combustível com mídia digital e sistema de automação.

A Cisco participa da inovação do posto com o Cisco Cius, dispositivo portátil de comunicação e colaboração, em formato de tablete, com aplicativos específicos para a marca BR, que permitirão aos usuários do posto envolvimento com todos os serviços.

Os consumidores poderão conversar em tempo real com especialistas da BR, por meio de videoconferência em alta definição e será possível tirar dúvidas sobre rotinas de manutenção, como troca de óleo de seus veículos ou mesmo obter informação sobre outros serviços de manutenção oferecidos.

Quem tem cartão fidelidade BR também vai poder utilizá-lo no tablet Cisco e obter informações sobre o catálogo de produtos e as promoções mensais das lojas BR Mania, o acesso a mapas de endereços específicos da cidade, entre outros serviços. 

"A inclusão de dispositivos móveis nesse projeto reforça o pioneirismo da BR no País, proporcionando mais agilidade, segurança e qualidade de atendimento aos clientes", destaca Rodrigo Abreu, presidente da Cisco do Brasil.

Além do Cius, o projeto da Cisco para o Posto do Futuro inclui também toda a infraestrutura de servidores, equipamentos wireless, roteadores e switches.

Rumo ao futuro

Foram 12 meses de dedicação de ambas as empresas, que resultaram em um ambiente em que todas as tecnologias se integram, proporcionando atividades e interações futuristas. Desde a sua chegada ao posto, o motorista pode selecionar o combustível no painel localizado na entrada e seguir a cor marcada no chão, ou sinalização em led (a noite), que o levará à bomba escolhida.

Ao estacionar para abastecer, uma tela ao lado da bomba de combustível mostra informações sobre o veículo, ou motorista, identificado por meio de câmeras com capacidade de reconhecimento e sensores RFID ligados a painéis de mídia. Isso é possível, pois as tecnologias estão integradas à base de dados do programa de fidelidade da Petrobras Distribuidora [que reúne mais de 7 mil postos de sereviços com a sua bandeira em todo o País], armazenada na nuvem da Petrobras. No cadastro, o motorista escolhe como deseja ser identificado , pelo automóvel, ou pelo nome.

Nada pretende ser desperdiçado nesse ambiente futurista. A água usada para a lavagem dos carros vem 80% das chuvas e é reciclada para ser reutilizada em variadas operações. Com isso, o posto terá 50% de redução no consumo. O mesmo acontece com a energia. Existe um aerogerador, capaz de captar a energia do vento e iluminar em situações de emergência e ainda o uso do chamado "telhado branco" e iluminação "zenital", de indução magnética e de leds. Esses procedimentos, somados, conduzem à economia de energia estimada em 50%. 

Há ainda um sistema de energia solar usado para aquecer a água que lava os carros. "A água quente reduz o uso de detergentes químicos e soma-se ao mecanismo de jatos de água que elimina os tradicionais esfregões dessas máquinas, que geralmente riscam a pintura dos veículos", explica Paulo Da Luz, gerente de Tecnologia da Rede de Postos da Petrobras.

E não para por aqui. No "eletroposto", é possível carregar carros elétricos [usando a energia solar], que recebem 80% da carga em apenas três minutos, segundo Paulo. E ainda um banheiro hightech, totalmente autolimpante. "A cada uso, ele limpa sozinho o vaso sanitário, por meio de rotação , e pia, proporcionando um espaço agradável ao usuário."

Na loja de conveniência, mais atrações. As portas da geladeira são verdadeiros banners digitais, que podem promover os produtos que estão em seu interior. E para fechar com chave de ouro, existe um grande banner digital, que chamam de quiosque, totalmente interativo e sensível ao toque. Nele, é possível acessar serviços como traçar uma rota rodoviária para o lugar que deseja [em todo o País] e imprimir esse roteiro para facilitar na viagem. Esse material poderá ser enviado por e-mail ou até mesmo por SMS.

"Vamos desenvolver inúmeras aplicações para essa tecnologia. Tudo isso é apenas o começo. E muito da base de dados do programa de fidelidade da BR poderá gerar uma série de serviços, em linha com as expectativas dos clientes", informa Nelson Costa Cardoso, CIO da Petrobras Distribuidora.

O executivo diz que ao reconhecer a pessoa, essa tecnologia poderá proporcionar promoções personalizadas para esse cliente dentro do Posto do Futuro.  O painel pode até reconhecer  se a pessoa é do sexo feminino ou masculino e direcionar campanha específica para ela. "É um forte CRM. Mais moderno, integrado. CRM do futuro", finaliza.

A proposta do Posto do Futuro nos remete ao filme Minority Report, de Steven Spielberg [2002], que conta a história de um futuro em que a tecnologia interage de maneira intensa e personalizada com o cidadão, mexendo consideravelmente com o comportamento da sociedade. Era 2054. Quem viver, verá.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail