Home > Notícias

Intel lança 3 chips para notebook baseados na arquitetura Nehalem

Dispositivos da linha Core i7 atingem velocidade de até 2 GHz e têm melhorias no consumo de energia e no gerenciamento de seus quatro núcleos.

IDG News Service/EUA

23/09/2009 às 17h08

Foto:

A Intel revelou na quarta-feira (23/9) sua linha de processadores mais rápidos para laptops, preparando também o mercado para o lançamento da sua próxima geração de chips para notebooks.

Os novos chips Core i7, apresentados durante o evento Intel Developer Forum (IDF), nos Estados Unidos, são os primeiros da Intel baseados na microarquitetura Nehalem e incluem melhorias em relação aos processadores Core 2. Os chips de quatro núcleos são voltados a estações de trabalho móveis e laptops para games.

Os processadores são capazes de desligar núcleos ociosos e direcionar o poder de processamento extra para ativar outros núcleos. A tecnologia, chamada Turbo Boost, aumenta a velocidade do processador para até 3,33 GHz dependendo da energia consumida pelo laptop.

Fabricantes como Dell, HP, Toshiba e Asustek Computer começaram a vender laptops com os novos chips simultaneamente ao anúncio. A empresa apresentou três processadores da linha Core i7 - o i7-920XM tem velocidade máxima de 2,0 GHz, enquanto o i7-820QM roda a 1,73 GHz e o i7-720QM, a 1,6 GHz.

Os processadores são feitos a partir do processo de fabricação de 45 nanômetros. Em lotes de mil unidades, os chips custarão 1.054 dólares, 546 dólares e 364 dólares, respectivamente.

O lançamento dos chips também prepara o mercado para a introdução da próxima geração de dispositivos mais rápidos e com melhor consumo de energia, também baseados na Nehalem.

"Traremos a tecnologia (Nehalem) para as massas no próximo ano", afirmou o vice-presidente e gerente geral do grupo de arquitetura da Intel, David Perlmutter. A empresa começará a fazer chips usando o processo de 32 nanômetros no quarto trimestre. A Intel afirma que chips feitos com o processo consomem até 30 vezes menos energia que os produzidos pelo processo de 45 nanômetros.

O primeiro chip de 32 nanômetros para laptops mais caros atende pelo codinome de Arrandale e será composto por um pacote com dois processadores integrados a chips gráficos, que ajudarão a melhorar o desempenho gráfico do PC sem consumir mais energia.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail