Home > Notícias

Intel mira mercado de tablets com chip Moorestown

Empresa afirma que nova geração de microprocessadores Atom vai trazer um novo nível de computação aos portáteis.

IDG News Service

05/05/2010 às 11h04

Foto:

A Intel ajustou sua estratégia sobre o crescente mercado de computação com seus mais recentes chips Moorestown, aposta da empresa para quebrar a liderança da rival Arm no mercado de dispositivos portáteis.

A companhia anunciou um pacote de chips baseado em processadores Atom Z6 que será usado em dispositivos móveis como smartphones e tablets. Os chips Moorestown vão incluir um único núcleo de baixo consumo de energia de processadores Atom que rodam entre 1.2GHz e 1.9GHz, e núcleos de processadores gráficos capazes de exibir vídeo de alta definição.

A Intel, que é mais conhecida pelos chips para PCs, vendeu previamente chips para handhelds com seu portfólio de processadores XScale baseados na arquitetura Arm, que a empresa vendeu mais tarde para a Marvell Technology em 2006. Agora a Intel está impulsionando sua arquitetura x86, mais comum em PCs, para dispositivos móveis com o Moorestown.

Os processadores Arm estão embarcados na maioria dos smartphones do mercado e agora estão migrando para os tablets como o iPad, da Apple, que possui um chip A4 desenvolvido internamente com base na plataforma Arm, enquanto as fabricantes Dell e Lenovo mostraram tablets baseados em Arm.

A Intel está de olho em tablets e smartphones conforme o uso de acesso à Internet cresce alcançando bilhões de dispositivos nos próximos anos, disse Pankaj Kedia, diretor de Ultra Mobility Group da Intel. A empresa conseguiu promover a redução de energia, maior duração de bateria e outras melhorias de desempenho com o Moorestown para tornar-se mais competitiva no mercado de portáteis.

Em um tablet com tela de sete polegadas, o chip consegue dar suporte a sete dias de músicas, mais de dez horas de vídeo no formato padrão e mais de dez horas de navegação na internet. O núcleo gráfico do chip é capaz de codificar vídeos a 720p e decodificar vídeos com uma resolução de 1080p. Além disso, usuários poderão exibir cerca de cinco horas de vídeos em 720p e duas horas de vídeos em 1080p.

O executivo da Intel ainda não informou quais companhias estariam lançando tablets baseados no Moorestown. No entanto, em março, a AT&T anunciou que lançaria um tablet integrado ao chip Moorestown no final do ano. O equipamento possui tela de sete polegadas, e pesa 1,15 libras. Segundo Kedia, novos dispositivos serão lançados na segunda metade de 2010.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail