Home > Notícias

Intel produzirá novos chips Sandy Bridge até o final do ano

No entanto, desktops e laptops com os chips sairão no mercado mundial provavelmente no início de 2011, informou a companhia.

Por IDG News Service

13/04/2010 às 8h41

Foto:

A mais nova família de microprocessadores da Intel, de codinome Sandy Bridge, estará em produção até o final deste ano. No entanto, desktops e laptops com os chips chegarão ao mercado mundial provavelmente no início de 2011.

As primeiras versões destes chips serão para computadores desktop e laptop, e não para os servidores, afirmou o diretor do grupo de arquitetura de chips da Intel, David Perlmutter, em entrevista durante o Intel Developer Forum (IDF) em Pequim, nesta terça-feira (13/4).

O executivo disse que os produtos baseados nos novos chips saem geralmente alguns meses depois do início da entrega dos componentes aos fabricantes, e se recusou a fixar um prazo específico para laptops ou outros dispositivos com processadores Sandy Bridge chegarem ao mercado.

A nova família de microprocessadores será criada utilizando a segunda geração da tecnologia Intel High-K Metal Gate, produzida com processo de 32 nanômetros. Chips Sandy Bridge incluirão núcleos de processamento, um controlador de memória, um de cache e subsistema gráficos Intel de sexta geração, todos em um único chip.

Os chips serão os primeiros a incluir instruções do Intel Advanced Vector Extension, tecnologia que visa a computação intensiva, e que permite o processamento de vídeo, imagem e áudio com melhor desempenho, cores mais vivas e melhor claridade da imagem. Eles também incluem as Intel AES New Instructions (AES-NI), instruções de software que aceleram o processo de criptografia de dados.

Os microprocessadores Sandy Bridge substituirão os chips de geração anterior da Intel, os processadores Nehalem, que foram os primeiros chips da empresa a usar tecnologia High-K metal gate. Aproximadamente 400 milhões de processadores Nehalem, baseados em um processo de 45 nm, foram vendidos até esta data, Perlmutter disse durante um discurso no IDF.

A medida do nanômetro descreve o tamanho dos transistores e outros componentes em um chip. Um nanômetro é um bilionésimo de um metro, aproximadamente do tamanho de alguns átomos combinados. Avanços na tecnologia de fabricação de chips, incluindo redução no tamanho de transistores e de outras partes, são importantes para melhorar o desempenho do chip, reduzir o consumo de energia, dissipação de calor e os custos.

A Intel espera começar a produzir uma nova linha de microprocessadores usando a tecnologia de 22nm, codinome Ivy Bridge, perto do final do próximo ano.

A AMD, maior rival da Intel no mercado dos microprocessadores, começará a distribuir seus novos chips Fusion para PCs desktop e laptop quase ao mesmo tempo que o Sandy Bridge entrará no mercado. Os chips serão fabricados com tecnologia de 32nm.

A Intel, maior fabricante de chips do mundo, foi responsável por 80,5% dos microprocessadores para PCs comercializados em todo o mundo no quarto trimestre de 2009, comparado aos 19,4% da AMD, revelou uma pesquisadora de mercado IDC.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail