Home > Notícias

Intel simplifica nome dos chips e anuncia processadores Core i3 e i5

Ideia é reduzir a confusão causada pelos diversos nomes que os chips Core têm; novos Nehalen chegam ao mercado em 2010.

Nando Rodrigues, editor-executivo da PC World*

26/06/2009 às 12h34

Foto:

Para simplificar o reconhecimento pelo mercado consumidor dos produtos que compõem a linha de processadores Core e que atendem por uma variedade de denominações – tais como Dual Core, Core Duo, Core 2 Duo e o Quad Core –, a Intel anunciou nesta sexta-feira (26/6) que adotará, a partir de 2010, uma nova classificação para os chips com tecnologia Nehalen, acrescentando à já existente Core i7 – que continua sendo o identificador para os processadores high end – outras duas: Core i3 (para chips de entrada) e Core i5 (processadores mainstream).

O diretor de marketing da Intel Brasil, Elber Mazaro, afirma que esta ação tem o objetivo de reforçar a marca da fabricante e, principalmente, simplificar a compreensão do consumidor que se vê confuso com as diversas marcas lançadas pela Intel nos últimos anos.

A transição para a nova denominação, explica o executivo será feita aos poucos e nenhuma das atuais marcas será retirada do mercado. “Centrino continua sendo a identificação dos nossos processadores para computação móvel; Celeron e Pentium continuam a representar as marcas de nossos chips de entrada; e os processadores para servidores continuam sob as denominações Xeon e Itanium”, explica.

A Intel também criou uma classificação adicional, de estrelas, como forma de auxiliar os usuários finais quanto à escolha dos processadores. Tais estrelas, explica Mazzaro, não estão vinculadas apenas à velocidade dos processadores, mas são resultado de uma combinação de fatores, tais como quantidade de núcleos, inclusão ou não da tecnologia Hyper-Treading, velocidade do clock, cache, arquitetura, entre outras.

“Um maior número de estrelas não garante desempenho maior já que a qualificação do processador não é baseada no desempenho – que varia com seu uso e aplicações, bem como características e especificações do sistema”, afirma o executivo.  Mazaro lembra que tal classificação tem o objetivo de apoiar os pontos de vendas e serão acompanhadas de explicações complementares uma vez que processadores de diferentes categorias poderão ter o mesmo número de estrelas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail