Home > Notícias

Internet: 75% das crianças têm acesso a conteúdo impróprio

ONG britânica alega que fabricantes devem vender PCs com softwares de proteção a conteúdo impróprio para crianças pré-instalados.

PC Advisor/Reino Unido

20/10/2008 às 15h39

Foto:

Ao menos 75% das crianças já viram imagens online que as "perturbaram", segundo uma pesquisa da ONG britânica NSPCC, que trabalha pela proteção de crianças de maus tratos.

"As crianças estão a poucos cliques de distância de um tropeço inocente em algum material perturbador ou até mesmo fotos e filmes como cenas de sexo, violentas brigas de cães, pessoas se auto-flagelando e crianças sendo violentadas", disse Zoe Hilton, voluntária da ONG.

A organização pediu que redes sociais e sites de hospedagem de vídeos sejam mais pró-ativas na remoção de material ofensivo assim que forem reportados.

A NSPCC ainda disse que fabricantes de computadores poderiam instalar softwares de proteção de crianças antes que as máquinas fossem vendidas.

"Atualmente fabricantes de computadores e revendedores deixam para os pais a tarefa de encontrar e instalar softwares que filtram material inadequado para crianças", disse Hilton.

"Redes sociais devem se esforçar mais no patrulhamento de seus sites para conteúdos nocivos e ofensivos e ter certeza de que seus sistemas de denúncias públicas estão claramente identificáveis, fáceis de usar e favorável às crianças", completou.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail