Home > Notícias

Internet Explorer 9 é mais rápido e mais simples. Será que serve para você?

Análise da primeira versão beta pública do navegador revela mudanças muito bem vindas, e outras coisas que ainda poderiam melhorar

PCWorld/EUA

15/09/2010 às 15h39

Foto:

O Microsoft Internet Explorer 9 – agora em beta público – é a
mais nova versão do navegador da Microsoft. Comparado com o IE8, ele é mais
rápido e com uma interface mais simples. Mas ainda é um beta e, como era de se
esperar, algumas áreas ainda precisam de refinamento.

IE9-tela2

Uma nova interface
A primeira coisa que você vai notar no Internet Explorer 9 é
sua interface despojada. No uso, descobri que a nova interface tem seus prós e
contras. A Microsoft construiu o IE9 em torno da ideia de colocar a página web à
frente de tudo, reduzindo o número de botões e controles visíveis. E, sob muitos
aspectos, isso funciona: quando você carrega o IE9, tudo que vê é uma barra de
ferramentas, com uma quantidade mínima de controles.

Os controles e as barras são semitransparentes, da mesma
forma que as molduras das janelas do Vista ou do Windows 7, e foram projetadas
para não distrair a atenção do usuário, que permanecerá focado no conteúdo da
página.

Mas é possível perceber outros efeitos em uma interface tão
reduzida, como descobri rapidamente. Como padrão, o IE9 dá apenas uma indicação
breve de que a página está sendo carregada: ela mostra um ícone circular na aba
por um segundo ou dois, quando você clica em um link ou digita uma URL; depois,
mais nada. Isso pode ser frustrante em conexões lentas – eu não podia ter
certeza de que o IE ainda estava carregando a página ou havia desistido. E não
sou fã da decisão da Microsoft de juntar abas e barra de endereço na mesma
linha; a área pode ficar bastante congestionada, especialmente se você abre
dúzias de abas ou tem uma tela pequena.

Os usuários tradicionais do IE podem ser atrapalhar com a
nova interface: eu tive alguns problemas para descobrir meus recursos favoritos
nesta nova versão. O objetivo da empresa foi mostrar apenas os recursos que a
maioria dos usuários realmente usará (por exemplo, você notará que a barra de
favoritos permanecerá oculta como padrão), mas a Microsoft afirmou também que
não retirou nenhum recurso do IE. Enquanto isso, alguns elementos permanecem
fundamentalmente intocados; por exemplo, o painel Internet Options ainda é um
emaranhado poluído de botões, caixas, abas e opções de configuração que podem
confundir o iniciante.

Dito isso, o IE9 marca um claro avanço, com caixas de alerta
e de diálogo que são menos intrusivas que as das outras versões. Por exemplo,
quando você baixa um arquivo, você verá uma barra não obtrusiva no rodapé da
tela perguntando se você quer rodar ou gravar o arquivo, ao contrário da caixa
de alerta que você recebia no IE 8 e nas versões anteriores.

Se você está rodando o Windows 7, poderá criar atalhos para
links e sites na barra de tarefas e no menu Iniciar. Para marcar o site à barra
de tarefas, arraste o “favicon” – o pequeno ícone localizado ao lado da URL da
página – ou a aba do navegador à barra de tarefas. Se você abrir a página
clicando o atalho da barra de tarefas, a janela resultante do IE usará a cor do
“favicon”, e mostrará na barra de ferramentas do browser, como ajuda visual.

Quando você clica num desses ícones de sites com o botão
direito, você terá uma “jumplist” que, por padrão, inclui uma opção para
habilitar a navegação InPrivate (um modo de navegação que não deixa cookies,
arquivos cachê, ou histórico de navegação). Mas a Microsoft diz que os
projetistas de sites poderão acrescentar algum código para incluir itens
personalizados a este menu.

Eu achei o recurso de marcação de sites na barra de tarefas
bastante útil, especialmente para sites que eu visito com regularidade. Mas
você não pode combinar páginas juntas em um segmento da barra de tarefas, o que
seria ainda mais útil e reduziria o congestionamento (é muito fácil fazer sua
barra de tarefas ficar completamente tomada por links para sites).

O IE9 inspira-se no Google Chrome com uma caixa simples que
funciona tanto para buscas como para digitar URLs. A Microsoft chama esta caixa
combinada de Onebox. O Onebox funciona tal como prometido: comece digitando uma
URL e ela lhe mostrará sugestões de autocompletar à medida que você digita, tal
como no IE8 e nos anteriores. Digite um termo de busca e aperte Return, e o
navegador lhe devolverá os resultados (obtidos pelo Bing). Como o IE8, o
Internet Explorer 9 não se limita à busca no Bing. Clique no botão Add em um
menu drop-down do Onebox e você poderá acrescentar outras ferramentas de busca.

Apesar de todas essas novidades na interface, sinto que a
Microsoft não foi tão longe na simplificação e no despojamento estético de seu
navegador. O painel Internet Options, por exemplo, parece datado e precisando
seriamente de uma reforma. Esperamos que na versão 10 a Microsoft possa ir mais
fundo e limpar algumas das rebarbas que ainda lembram os velhos IEs.

Download Manager e Avanços na Segurança
Um acréscimo bastante esperado ao IE9 é um gerenciador de
downloads que, como se esperaria, mostre todos seus downloads ativos, tal como
conseguimos fazer com outros navegadores web. A janela de gerenciamento de
downloads lhe dá os sinais vitais do progresso de seu download e lhe permite
pausar ou cancelar. Isso já é padrão em outros navegadores, mas muito bem vindo
aqui, de qualquer forma.

A Microsoft também acrescentou algumas novas proteções
contra downloads maliciosos. O recurso de reputação de download SmartScreen
pode identificar downloads populares seguros, e deixará que esses arquivos
sejam baixados sem emitir mensagens de alerta (você ainda verá a mensagem para
downloads menos populares, aqueles que o IE não tem certeza se são seguros). A
ideia é diminuir o número de vezes que você veja a mensagem “Este arquivo pode
danificar seu computador” e mostrá-la apenas quando for necessária. Ele ainda
lhe perguntará se você quer rodar ou salvar o arquivo depois de ter sido
baixado, mas para downloads populares (iTunes, Flash Player, etc), isso é tudo
que você verá.

Em meu uso, isso pareceu funcionar razoavelmente bem; não
fui capaz de ativar a mensagem “este arquivo poderá danificar seu computador”
com os arquivos legítimos que baixei.

Desempenho
Com o IE9, a Microsoft está dando um grande salto no suporte
às últimas tecnologias da web, e melhorando o desempenho da navegação. Não
tivemos chance de testá-lo em sites normais, do dia-a-dia, mas executamos o
teste de benchmark JavaScript da SunSpider.

O resultado? Uma melhoria dramática sobre o desempenho de
JavaScript no IE8, o qual, em testes anteriores, tinha ficado bem atrás da
concorrência. Em meus testes informais, o IE9 completou o teste em 484
milissegundos. Em comparação, em meu sistema de teste – um desktop Intel Core 2
Duo de 2,13 GHz rodando Windows Vista  -
o Chrome completou o benchmark em 397 milissegundos, o Opera em 354, o Safari
em 445 e o Firefox 3.6.9 em 1.067 milissegundos.

Tenha em mente que os resultados reais de desempenho podem
variar dependendo da configuração do seu PC, e de outros fatores como os tipos
de sites que você visita, sua velocidade de conexão, e assim por diante.
Lembre-se, também, de que não testamos em sites reais ainda. Mas o fato de que
o IE9 apresenta números drasticamente melhores neste teste já é um bom sinal.

Velocidades de carga de página à parte, o IE9 também
verificará para ver se algum add-on que você instalou está retardando o tempo
de carga de seu navegador. Se estiver, ele o notificará assim que abrir. Graças
a este recurso, percebi que tinha alguns add-nos instalados que nem sabia que
estavam lá. Esta verificação do IE9 é uma adição pequena, mas também muito
bem-vinda.

A questão que fica é: Você deveria baixar o IE9? O beta mostrou-se
sólido o bastante para que eu não encontrasse qualquer questão séria em meu uso
nos últimos dias, mas se você tem receio de usar um software beta, poderá
querer esperar até o próximo round. Dito isso, o Internet Explorer 9 tem jeito
de ser um navegador muito bom, e como tal uma atualização obrigatória para o
IE8 quando for lançada oficialmente.

Nota: lembre-se de que o IE9 ainda é um beta. Você poderá
encontrar bugs e outras falhas. E, embora tenhamos dado uma nota so IE9, pode
ser que ela seja diferente quando a versão final for lançada.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail