Home > Notícias

iPad 2: como deve ser o novo tablet da Apple

Câmera, videoconferência, tela retina... Saiba o que pode estar presente na nova versão do tablet, que chega no ano que vem

Computerworld / EUA

22/11/2010 às 15h12

Foto:

Na última semana, a revista Time elegeu o iPad como uma das maiores inovações deste ano. Mas é preciso sempre aprimorar os novos equipamentos. E o "iPad 2.0" vem aí. Já circulam informações sobre quais componentes foram selecionados e aprovados para o sucessor do tablet da Apple, com a intenção de acelerar sua produção. A nova versão deve chegar no primeiro ou segundo trimestre do ano que vem (o iPad original começou a ser vendido em abril deste ano nos Estados Unidos).

Veja uma  lista do que podemos esperar no novo equipamento:

Viajante global
Claro, o iPad consegue lidar com conexões 3G e Wi-Fi, dois padrões praticamente universais, mas o analista da Wedge Partners, Brian Blair, espera que a Apple apresente um “iPad Global”, baseado em um dos chips multimodo CDMA-GSM, da Qualcomm. Blair afirma que a Apple está reduzindo a produção do modelo 3G do tablet e que a companhia espera vender 48 milhões de iPads no próximo ano.

Câmeras
Ouvimos falar de informações sobre CCDs (dispositivos de carga acoplada) de 5 megapixels sendo produzidos pela Omnivision para o próximo iPad. Fique tranquilo, pois o próximo iPad terá câmeras e suporte para vídeochamadas pelo app FaceTime (já disponível para iPhone 4, iPod Touch 4G e Macs). Essa tentativa de "pré-desenvolver" um recurso para sua sequência é típica da Apple. E realmente não teria machucado ninguém incluir isso na primeira versão do tablet.

Mais fino e mais leve
A Apple patenteou recentemente aa tecnologia LiquidMetal, que combina metais fortes e resistentes à corrosão, como titânio, com um processo que torna o material fundido, como plástico. Uma informação publicada esta semana explica a patente de design de fibra de carbono da Apple, que sugere uma armação de fibra de carbono leve, porém muito forte. Mas a fibra de carbono não é tão resistente – então a companhia poderia escolher a tecnologia LiquidMetal para criar uma armação superforte, leve e fina?

ipad390b

iPad original vendeu 3 milhões de unidades nos primeiros 80 dias de vendas

Processador mais rápido
A Apple pode desenvolver um processador baseado no chip potencialmente multinúcleos ARM Cortex A9, que a companhia pode chamar de A5, como um sucessor do A4, lançado neste ano e presente na última geração dos aparelhos iOS. Também espere suporte para gráficos melhores e o dobro da memória (ao menos nos modelos mais completos). E Há uma chance de a Apple pular o A9 e seguir direto para o sucessor desse processador, o Eagle (ARM), em uma tentativa de derrotar a competição existente.

Tela com resolução mais alta 

A Apple dirá (de forma mais rebuscada) mais ou menos a frase abaixo:“Nós amamos o iPhone 4. Ele é o smartphone mais sofisticado do mercado. Nossos consumidores amam a Tela Retina. É simplesmente linda. Nós agora descobrimos como fazer um volume suficiente delas para colocá-las no iPad também. Isso não é mágico?”

Talvez não seja mágico, mas fornecerá uma fantástica experiência de visualização. Você poderá ver TV nela, assim como Steve Jobs (talvez) em seu protótipo do iPad 2.0.

Dado o fato de que há boatos sobre a Apple testar painéis touch ultrafinos baseados em vidro, não é difícil imaginar que a próxima geração do tablet será ainda mais fina do que o modelo original.

Aplicativos de Mac OS
Um possível iPad Pro aumentaria o mercado de tablets da Apple, mas a fabricante afirma que a função touch para Macs só estará disponível por meio de trackpads de vários tipos. O surgimento da Mac App Store causará um grande aumento nos aplicativos para Mac, e muitos deles serão desenvolvidos para usar elementos de tecnologia touch.

Você ficará surpreso com o quão similar será a experiência de usuários dos apps de Mac e seus equivalentes para iPad ao longo do tempo, especialmente com a versão Lion do sistema para desktop.

Eventualmente haverá uma convergência entre o Mac OS X e o iOS, mas apenas quando uma evolução fizer sentido para a experiência do usuário. Não espere um grande upgrade do iOS até junho de 2011, quando deve ser lançado o iPhone 5. O foco da empresa na área de sistemas no início de 2011 estará sobre o Mac OS X.

Venderá milhões de unidades
Atualmente, a Apple possui 95% de participação do mercado de tablets. E não há perigo da empresa perder essa vantagem, apesar de surgirem bons equipamentos, como Galaxy Tab. Cerca de 80% das pessoas que planejam comprar tablets querem um iPad, segundo uma pesquisa recente da ChangeWave.

Para saber mais sobre o iPad original, confira nosso review completo (http://migre.me/2peLj) do aparelho, que ainda não está disponível para compra no Brasil, mais de seis meses após ser lançado nos Estados Unidos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail