Home > Notícias

iPad 2 vs. BlackBerry PlayBook: qual é o melhor para empresas?

No lançamento do iPad 2, Steve Jobs tentou “desmoralizar” os possíveis imitadores do tablet da Apple. Mas quer goste ou não, a guerra está só começando.

Redação da Computerworld

08/03/2011 às 9h47

Foto:

A corrida entre o iPad 2 e os seus concorrentes não será decidida apenas entre os utilizadores e amantes de gadgets.  As empresas e os trabalhadores que procuram uma ferramenta de produtividade capaz de mudar completamente o cenário têm muito a dizer. Muitos ainda esperam pelos tablets baseados em Android, da Motorola e da Samsung. Mas, sem dúvida, os dois tablets mais esperados em 2011 são o iPad 2, da Apple, e o PlayBook, da BlackBerry (RIM). Enquanto a Apple tem sido conhecida tradicionalmente como uma empresa orientada ao mercado doméstico, a RIM sempre foi mais conotada com o setor empresarial, com um foco secundário no mercado doméstico.

Mas qual é a melhor solução para o seu negócio? Leve em consideração os seguintes pontos:

Segurança

Talvez a segurança seja o aspecto mais importante para qualquer organização a equacionar a integração dos tablets no ambiente de trabalho. Primeiro, o PlayBook foi projetado tendo a segurança em mente, segundo a RIM. Contudo a empresa não revela exatamente como as futuras versões irão proteger os dados corporativos. Se a versão Wi-Fi não armazenar os dados dentro do dispositivo, vai ter acesso aos mesmos no servidor BlackBerry Enterprise Server (BES). Por outras palavras, a versão Wi-Fi vai exigir um smartphone BlackBerry, uma clara desvantagem para as organizações que não utilizam os seus smartphones.

Os iPad, no entanto, ligam-se à infra-estrutura do Microsoft Exchange para garantir a maior parte das suas funcionalidades de segurança empresarial. E, além disso, há uma grande variedade de empresas a adicionar recursos de segurança associados ao sistema operacional iOS. Resumindo: o PlayBook é óbvio para a empresa que hoje usa o BlackBerry e a adopção do tablet não exigirá qualquer suporte adicional da equipa de TI. As organizações mais familiarizadas com o Exchange, ou aquelas que já investiram em ferramentas para melhorar a segurança do iOS podem achar melhor usar o iPad 2, tendo em conta a segurança.

Dimensão

Uma diferença óbvia entre o PlayBook e o iPad 2 é o tamanho. O tablet da RIM é significativamente menor mas o tablet da Apple é mais fino. Portanto, o Playbook pode se adaptar melhor às organizações devido à sua portabilidade, embora o iPad 2 acrescente o valor de proporcionar uma tela maior.

Conectividade e disponibilidade

A RIM afirmou que a versão do PlayBook com Wi-Fi estará disponível no primeiro trimestre de 2011, ou seja, antes do final de Março. No entanto, alguns rumores sugerem que o dispositivo será lançado a 10 de Abril. Para a versão HSPA + e 4G, WiMAX e LTE ainda não há data definida, mas está prevista para o primeiro semestre. A Apple também não tem data definida para a disponibilidade do iPad 2 no Brasil, as versões 3G e Wi-Fi. No entanto, o fato de desses primeiros modelos não suportarem a tecnologia 4G sugere que a empresa vá disponibilizar uma versão melhorada, ou mesmo um iPad 3,  em um futuro não muito distante.

ipad2-390.jpg

iPad 2 chega às lojas dos EUA em 11/3 com preços a partir de US$499

Memória RAM

Prosseguindo no seu estilo, a Apple deixou no ar algumas das características técnicas do iPad 2. E embora não possa ser tomada como certeza, um representante britânico da Apple disse que o aparelho terá 256 MB de RAM. Trata-se de uma capacidade muito pequena, tendo em conta que o próprio iPhone 4 tem 512 MB. Muito possivelmente incorporará pelo menos esta última quantidade de memória. E outras fontes dizem que é capaz de chegar a 1 GB, a capacidade do PlayBook. Do ponto de vista empresarial, a quantidade de memória RAM será importante, especialmente se as organizações estão a planejar a execução de aplicações de uso intensivo.

Câmaras e videoconferência

Ambos os tablets têm câmara frontal e traseira. No entanto, a Apple não disponibilizou muitos detalhes sobre as mesmas, e apenas disse que a câmara traseira é capaz de captar imagem em alta definição a 720p (captura até 30 fotogramas por segundo com áudio). O dispositivo frontal terá menor resolução e servirá para gravar vídeos em VGA, mas não ofereceu nenhuma informação sobre os pixels do sensor da câmara. Mostrou apenas que a parte traseira da câmara funciona com zoom digital de 5x e que a câmara frontal da câmara tira fotos de qualidade.

O dispositivo BlackBerry possui uma câmara de três megapixels na parte frontal e traseira de cinco megapixels, capaz de gravar imagem em alta definição a 1080p. Neste campo, a Apple pode ter uma ligeira vantagem sobre a RIM no campo da videoconferência, dado ter já a sua própria aplicação para a função: a FaceTime. Mas a RIM terá uma proposta parecida na manga a ser revelada em breve.

Durabilidade

As especulações a seguir devem ser assumidas como tal. Provavelmente, o PlayBook será mais durável do que o iPad 2, tanto devido ao tamanho da tela  e o material de revestimento exterior usado. Em geral, a parte mais vulnerável de um tablet é a sua tela. Portanto, quanto maior a tela, maior a probabilidade de danos.

Mas como ainda não foi possível testar ambos os dispositivos, não se sabe muito sobre a sua durabilidade. No entanto, revendo a versão de pré-lançamento do PlayBook e o iPad de primeira geração, o dispositivo da RIM parece ser mais resistente. Naturalmente, os dois fabricantes e uma série de outros oferecem produtos para proteger os tablets. Contudo, muitas organizações não querem sacrificar a portabilidade para obter uma maior proteção. Assim, o PlayBook pode ser mais apropriado para as empresas com trabalhadores em maior mobilidade e em ambientes de maior dureza e exigência.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail