Home > Notícias

iPad: aplicativo permite que usuários quebrem recordes no tablet

App do Guinness Records traz interface rica em conteúdo multimídia e permite que usuários alcancem novas marcas diretamente no tablet

Macworld / Reino Unido

17/12/2010 às 17h38

Foto:

A Guinness World Records lançou nesta semana um aplicativo para iPad com conteúdo interativo e que oferece aos usuários a chance de competir por três recordes que são alcançáveis somente através do app. 

O app Guinness World Records: At Your Fingertips é dirigido para um público mais velho que consome o livro (na faixa de 14 a 16 anos) e oferece a chance de ler sobre os detalhes dos recordes individuais com mais profundidade do que é possível no livro. Há conteúdo em vídeo (alguns novos e outros tirados do programa exibido na Sky TV), informações que aparecem em formato pop-up e slideshows que rotacionam em 360 graus, além da grande quantidade de fotografias. 

 

guinness01.jpg

Interface é interativa e rica em imagens

 

Desenvolvido pela Brandwidth, o app conta com uma interface central e os recordes são divididos por categorias (como o mais alto, mais estranho, mais rápido, mais maluco, entre outras), ao contrário da divisão por assuntos do livro, para encorajar a exploração do app. 

Os três recordes que os usuários têm a chance de quebrar (e conseguir um título oficial do Guinness)  são: 

- 100 m rasos mais rápidos em um iPad: desafie Usain Bolt, o homem mais rápido do mundo, e tente quebrar a marca de 9.58 segundos “correndo” os dedos na tela do iPad

- Digitação mais rápida do alfabeto ao contrário: digitar na ordem é uma coisa, porém fazê-lo ao contrário requer um pensamento rápido –  e dedos mais velozes ainda.

- Mais longa sequencia memorizada – um teste de memória no qual os sons são inspirados por barulhos (alguns nojentos) do corpo humano.

Cada jogo é um novo desafio do Guinness e os usuários do iPad batalham entre si para manterem o título de recordista. O ranking de cada marca fica hospedado no site www.guinnessworldrecords.com e alguém, em algum lugar do mundo, irá conseguir um lugar no livro dos records quando for feito o anúncio oficial em maio do ano que vem. 

guinness02.jpg

Recordes são separados por categorias como "mais estranho" ou "mais rápido"

O app custa 5 dólares e substitui a versão Lite que foi disponibilizada em maio, logo após o lançamento do iPad nos Estados Unidos. Vale lembrar que o aplicativo será atualizado caso alguma das marcas seja quebrada, com uma versão expandida. Há planos, segundo a empresa, de incluir uma versão do app para tablets Android, como o Samsung Galaxy Tab, já disponível no Brasil. 

iPad no Brasil

O tablet da Apple foi lançado no País no último dia 3, cerca de oito meses após sua estreia nos Estados Unidos, no início de abril. Por aqui, é possível comprar todas as versões dos modelos Wi-Fi e Wi-Fi + 3G nas principais redes varejistas autorizadas pela fabricante. Os preços variam entre 1.649 reais e 2.599 reais.

Para saber mais sobre o aparelho, confira nosso especial sobre a chegada do tablet ao Brasil (http://migre.me/34JfB).

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail