Home > Notícias

iPad vira instrumento de aprendizado para macacos em zoológicos

Por meio de iniciativa Apps for Apes, 12 zoos do mundo já utilizam tablet da Apple com orangotangos.

Macworld / Reino Unido

29/01/2013 às 11h29

Foto:

Desde seu lançamento em 2010, o iPad tem se tornado cada vez mais integrado ao nosso cotidiano. Não é apenas uma ferramenta de comunicação ou entretenimento, podendo ser usado por pilotos de companhias aéreas para economizar papel, em empresas para vendas, hospitais e escolas.

O mais recente uso diferenciado do iPad é para estudar o comportamento dos orangotangos. O Zoológico Nacional Smithsonian, em Washington, nos EUA, é um dos 12 zoos do mundo que participam de um programa chamado “Apps for Apes” (“Apps para Macacos”, em tradução livre), que busca enriquecer as vidas desses animais ao oferecer a eles atividades diversas usando iPads antigos doados.

Por dois períodos curtos a cada semana, os tratadores do zoológico seguram os iPads para que os orangotangos possam alcançar o tablet pelas barras das jaulas e bringar com games cognitivos, apps de desenho, instrumentos musicais virtuais e até mesmo assistir a programas de TV com a ajuda de gestos simples.

“O Apps for Apes se encaixa perfeitamente nessa nova era de manutenção de zoológicos”, disse Becky Malinsky, uma das tratadoras do zoológico de Washington. “É sobre mudar o dia a dia dos nossos animais. Nós já variamos a comida, os brinquedos e as interações sociais deles todos os dias, mas o iPad oferece uma outra maneira de engajar a visão, o toque e a audição deles.”

“Com o iPad, esperamos tocar menos no complexo de pensamento crítico e mais no criativo. Se eles (macacos) estiverem engajados em um app, continuamos. Caso não estejam, possuem a chance de saírem.”

ipadorangotango01.png

Espalhando a mensagem

Os zoológicos também estão trabalhando juntos com a iniciativa Orangutan Outreach para tornar o projeto conhecido e levantar fundos para proteger os orangotangos da extinção.

“Primeiramente, queremos que o programa Apps for Apes ajude as pessoas a entenderem por que precisamos proteger os orangotangos selvagens da extinção”, disse o fundador da iniciativa, Richard Zimmerman. “Fazemos isso quando mostramos aos visitantes do zoológico como os humanos e os macacos são parecidos, seja por observação, falando com especialistas na vida selvagem, ou vendo-o usar a mesma tecnologia que utilizamos diariamente.”

“A ideia original surgiu literalmente quando Steve Jobs realizou sua keynote apresentando o iPad (no início de 2010)”, disse Zimmerman em entrevista para a rede BBC.

“De forma independente a isso, um dos nossos apoiadores em Milwaukee estava no zoológico mostrando seu iPad a um orangotango, e eles ficaram fascinados com isso. Aí começamos a juntar as coisas.”


Futuro

No final das contas, Zimmerman espera conseguir ganhar iPads suficientes e melhorar as capacidades Wi-Fi para que os orangotangos possam se conectar com outros zoológicos no mundo usando aplicativos de videochamada como o FaceTime (da Apple).

Outra ideia é construir um case reforçado para o iPad que seja adequado para os macacos levarem os tablets de forma independente para suas jaulas. Ou ainda prender o gadget a uma parede, onde os cuidadores do zoológicos possam ver as interações dos animais com os tablets.

Alguns desenvolvedores também estão em conversas com a organização, interessados em criar apps para os orangotangos usando técnicas de design parecidas com as utilizadas na criação de software para crianças.

Atualmente, o Zoológico Nacional de Smithsonia está aceitando doação de gift cards da iTunes Store para aumentar sua base de aplicativos – podem ser feitas por essa seção Giving Tree em seu site. Já a organização Orangutan Outreach está em busca de doações de iPads para os animais.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail