Home > Notícias

iPad x Kindle: tablet da Apple se aproxima do e-reader da Amazon

Kindle ainda está no topo, mas em queda; equipamento da empresa de Steve Jobs dobrou a participação, segundo pesquisa

Macworld / EUA

02/12/2010 às 16h51

Foto:

O mercado de e-readers deslanchou desde quando a Amazon apresentou o Kindle em 2007; há, desde então, uma variedade de opções disponíveis de dispositivos para leitura dos livros digitais e aumenta cada vez mais o número de títulos que migram para esse formato. Apesar disso, o Kindle e o iPad continuam como os e-readers mais desejados pelos consumidores, de acordo com uma pesquisa da ChangeWave, publicada esta semana.

A empresa de pesquisas conversou com mas de 2.800 consumidores a respeito dos leitores digitais e seus hábitos. O resultado mostra que o Kindle continua no pódio em relação ao número de consumidores, mas em queda, com 47% (contra 62% em agosto desse ano). O iPad, em contrapartida, dobrou o índice durante o mesmo período, saltando de 16% para 32%. Outros equipamentos que apareceram também foram o Reader da Sony, que obteve apenas 5% da fatia do mercado, e o Nook, da Barnes and Noble, por último, com 4%. 

 

ipadvskindle03.jpg

 

Apesar do segundo lugar na pesquisa de mercado, o tablet da Apple ficou saiu na frente em relação à satisfação, com 75% dos compradores “Muito satisfeitos” com a compra, comparado aos 54% dos usuários do Kindle. Em adição, 21% dos usuários do dispositivo da Apple disseram estar “Satisfeitos”, contra 38% dos compradores do e-reader da Amazon. “Insatisfeitos” foram minoria em ambos equipamentos, chegando somente a 1% dos donos de iPad e 3% dos usuários do Kindle, e aqueles “Muito Insatisfeitos” somaram 1% entre os donos do Kindle e não alcançou índice relevante entre os detentores do iPad. 

 

ipadvskindle1jpg.jpg

 

Um dado interessante levantado pela ChangeWave tem a ver com o conteúdo lido nos dispositivos: enquanto somente 76% dos usuários do iPad costumam ler e-books no aparelho – comparado aos 93% do Kindle – os donos do tablet da companhia de Steve Jobs consomem diversos outros materiais baseados em texto.

Mais da metade dos usuários do iPad disseram ler jornais no aparelho, ao mesmo tempo que 36% consomem revistas; a disparidade em relação aos número do Kindle foi grande, entre os quais somente 11% e 8% consomem jornais e revistas, respectivamente. Esse estatística surpreendeu, visto o sistema de periódicos integrado do Kindle. Entretanto, tanto newspapers quanto revistas aproveitam do benefício da tela colorida do iPad, comparado ao visor de e-ink do Kindle. 

A categoria final da pesquisa está relacionada à leitura de blogs e feeds de notícias e, nessa parte, a vitória do iPad foi esmagadora: 45% daqueles que possuem o dispositivo leem esse tipo de conteúdo, contra somente 3% dos usuários do e-reader da Amazon. 

 

ipadvskindle2.jpg

 

No geral, o período de fim de ano é promissor para ambos aparelhos: quando os consumidores foram perguntados a respeito de adquirir um e-reader nos próximos 90 dias, 42% disseram que comprariam um iPad, enquanto 33% apontaram para o Kindle. Outros e-readers mencionados foram o Nook (4%), Reader da Sony (1%) e a categoria “smartphones com capacidade para eBooks” somou 2%. Apesar de tudo, a poucas semanas das festas e do período de compras do fim do ano, as companhias ainda têm um pouco de tempo para tentar conquistar os 18% dos potenciais compradores que ainda permanecem indecisos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail