Home > Notícias

iPhone 3.0 traz bons recursos para o ambiente corporativo

Novo software traz funcionalidades que ajudam a tornar o aparelho mais efetivo para o uso nas empresas, mas contina devendo algumas funções

Macworld/EUA

18/03/2009 às 17h40

Foto:

O novo sistema operacional para o iPhone, anunciado na terça-feira,  tem algumas funções que podem atrair usuários corporativos, mas deixa de lado outras que poderiam tornar o iPhone muito mais direcionado para negócios.

Encaminhar, recortar e colar, mapas integrados e sincronização de calendário aprimorada podem ajudar os usuários de iPhone a serem mais produtivos no trabalho. Mas administradores e desenvolvedores de aplicativos empresariais esperavam algumas capacidades novas que não apareceram, como o processamento em segundo plano e ferramentas para gerenciamento do aparelho.

A capacidade de push é uma das mais interessantes para desenvolvedores de aplicativos, disse Senthil Krishnapillai, diretor de gestão de produtos para a área de mobilidade da Sybase. Isso permitiria à Sybase, que tem parceria com a SAP, a encaminhar notificações de CRM (customer relationship management) para usuários de iPhone. Por exemplo, um líder de vendas poderia tomar uma decisão em um escritório central e a ordem seria encaminhada para um vendedor em campo para atenção imediata, disse ele.

“Nós ainda precisamos entender o que isso significa, partindo de uma perspectiva de escala, mas estamos animados com isso como uma função prometida há muito tempo”, disse ele.

Ele também está animado com a capacidade que vai permitir que desenvolvedores ofereçam atualizações dentro dos próprios aplicativos. “Isso vai nos ajudar a dar mais capacidade para aplicativos sem ter que levar os usuários até a App Store e passar por todo o processo novamente”, disse Krishnapillai.

O novo software iPhone 3.0 também permitirá que mapas sejam incluídos em outros aplicativos do telefone, o que pode ser útil para diversos negócios. Ele também está interessado em ver quais tipos de aplicativos terão vantagem com a capacidade de encaminhar. Adicionar encaminhamento a aplicativos como Yammer, uma ferramenta de colaboração e comunicação para negócios que é uma junção entre IM e Twitter, pode ser útil. “Eu tenho trabalhado na ideia de introduzir o Yammer no meu escritório, e acredito que a usabilidade aumentaria caso certas mensagens pudessem ser repassadas diretamente para pessoas que estão trabalhando em determinado projeto”, disse ele.

Mas o novo software de iPhone ainda omite  capacidades que as empresas precisam. “Uma coisa que eu não tenho mais visto está na parte de gerência. Nós não temos ouvido nada sobre estratégias de como gerir esses aparelhos”, disse Krishnapillai.

Uma omissão ainda mais importante é a falta de processamento em segundo plano, disse Ken Dulaney , analista do Gartner. “É desesperadamente necessário que haja esse recurso”, diz ele. “Você não pode tornar a segurança efetiva sem isso”. Isso é porque, para que um programa de segurança seja efetivo, é necessário funcionar independentemente dos aplicativos em funcionamento, afirma ele. Mas desde que o telefone não pode abrir processos em background, também não pode rodar programas de segurança separados dos aplicativos, destaca.

Ferramentas administrativas tampouco podem funcionar efetivamente sem processamento em segundo plano, ele afirma. Enquanto ferramentas de administração podem encaminhar notificações, ainda requer que o recipiente tome algumas atitudes. Com o processamento em background, o iPhone poderia ter um serviço como o Windows Update da Microsoft para atualizar os aplicativos automaticamente.

A falta desse recurso também impede o uso de aplicativos que poderiam conectar um iPhone a um PABX, diz ele.

“A Apple tem sido fortemente pressionada por empresas  a incluir essa funcionalidade e eu acho que eles deveriam responder”, destaca Dulaney.

Ele foi crítico com relação às razões apresentadas pela Apple para justificar a ausência – isso reduziria a duração da bateria e o desempenho.

“No caso da bateria, eu não caio na conversa, a menos que haja algo fundamentalmente inerente ao OS X que impeça o arranjo dessa eficiência de energia. Se você olhar o Symbian ou o sistema da Microsoft, todos eles fazem o processamento em backgroun. Até o Android faz isso”, destaca. “E eu diria até que a RIM (leia-se BlackBerry) oferece maior duração de bateria do que a Apple”.

Processamento em segundo plano pode prejudicar a performance, mas outros fabricantes de celulares aprenderam a controlar isso. “Talvez estejam esperando processadores multicore”, acrescentou. Isso permitiria que o processamento em background acontecesse sem interferir no aplicativo aberto.

A Apple lançou a versão beta do kit de desenvolvimento de programas para o software iPhone 3.0 na terça-feira e revelou novas funções que virão com ele. Usuários de iPhone estarão aptos a baixar o software por volta de junho.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail