Home > Notícias

iPhone 4 custa 171 dólares em peças para Apple

Calculados os valores pagos pelas operadoras, que subsidiam boa parte dos aparelhos, modelo 16 GB permite lucro de 61%

Macworld / Reino Unido

29/06/2010 às 14h46

Foto:

O iPhone 4, novo celular da Apple custa cerca de 170 dólares para a Apple, diz analista do Wall Street, dando à empresa uma margem de lucro de mais de 61%.

“As partes e os materiais para confeccionar o iPhone 4 de 16GB totalizam 171 dólares”, disse Brian Marshall, da BroadPoint AmTech – “enquanto outros custos como taxas de licenciamento e certificados de garantia somam outros 35 dólares, totalizando para Apple um custo total de US$ 208”.

Já o modelo de 32GB tem o custo de materiais avaliado em 195 dólares; somadas as taxas, resulta em um valor de 230 dólares.

“Os materiais para o iPhone 3GS de 16GB custaram 185 dólares ano passado, o que representa  uma redução no valor” relembra Marshall. “A Apple está sendo muito agressiva com seus fornecedores para baixar o custo de produção”, completa.

Presumindo-se que a Apple receba 529 dólares por iPhone 4 de 16 GB e 629 dólares pelo modelo de 32 GB (esses valores incluem os subsídios que as operadoras de telefonia pagam a Apple, já que cobram mais "barato" do consumidor, mas exigem contratos de longo prazo), o iPhone 4 com valor reduzido tem o custo-benefício por volta de 61%, enquanto o aparelho com 32GB alcança  a margem de 70%.

iphone4.jpgA versão de 16GB é vendida pela Apple por 199 dólares, e 299 dólares pelo modelo de 32GB. Esse preço, no entanto, não inclui os pagamentos à AT&T ou outras taxas, o que deixa os analistas como Marshall sem poder precisar o valor total obtido por  aparelho. No Reino Unido, o iPhone 4 desbloqueado custa de 499 libras (16GB) a 599 libras(32GB), fora o pagamento mensal da assinatura, dependendo da companhia contratada. 

“As margens de lucro tendem a crescer, uma vez que o iPhone aumente o volume de produção”, afirma Marshall. A análise do especialista, entretanto, não leva em conta os gastos de pesquisa e desenvolvimento, marketing e custos de produção. As estimativas também não incluem os preços de fabricação e empacotamento.

O componente mais caro do iPhone, de acordo com Marshall, seria o novo visor, com valor de 25 dólares, um dólar a mais do que Apple paga a Samsung, Toshiba e outras empresas pelos 16 GB de memória flash. A principal fornecedora do visor é a LG.

Steve Jobs, CEO da Apple, promoveu o visor do iPhone 4 com o nome de Retina Display (“Tela da Retina”, em tradução livre), quando apresentou o produto há três semanas. De acordo com a empresa, o novo visor comporta quatro vezes mais pixels do que no modelo 3GS.

Uma pesquisa da iSuppli, entretanto, estimou o custo de produção do iPhone 4 em 187,51 dólares para o modelo 16GB  e, assim como Marshall, marcou o visor como componente mais caro do aparelho, com preço de 28,50 dólares.

De acordo com Marshall, o processador A4, desenvolvido pela Apple e manufaturado pela Samsung, custa por volta de 10 dólares, o mesmo preço pago pelo módulo de câmera, que proporciona os 5 megapixels da unidade raseira e o 1.3 megapixel  da câmera da frente. A iSuppli, entretanto, calcula em 10,57 dólares o preço do A4.

 A Apple diminuiu o custo do iPhone em 29% desde o lançamento do smartphone, em 2007. Naquele ano, a iSuppli estimou o custo de produção da primeira geração do iPhone de 8GB  em 263.83 dólares, calculando a margem de lucro da Apple em 56%.

Marshall disse ainda que espera que o modelo mais caro do iPhone (de 32GB) represente 70% das vendas do novo celular.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail