Home > Notícias

iPhone 4: especialista em displays diz que Jobs está errado

Segundo Raymond Soneira, da DisplayMate Technologies, a tela do novo telefone não tem resolução maior do que a retina humana pode visualizar, como foi divulgado pela Apple

PC World / EUA

10/06/2010 às 11h00

Foto:

O Dr. Raymond Soneira dirige a DisplayMate Technologies, uma empresa que fabrica programas para testar a qualidade de telas. Especialista em display digitais, tendo trabalhado no AT&T Bell Laboratories e com PHD em física, ele enviou um e-mail interessante para a PC World/EUA sobre a tecnologia de Retina Display do novo iPhone 4. Segundo Steve Jobs, ela supera a máxima resolução que a retina humana é capaz de enxergar, assumindo uma visão perfeita.

Isso é um pouco confuso, já que o olho não possui “pixels” e a resolução exigida para igualar a capacidade do olho humano depende da distância do seu olho para a tela. Se você se sentar a 1,20 metro de distância de uma televisão de 50 polegadas, com 1080p, verá pixels. Se sentar a 35 metros de distância, não verá. A distância entre dois elementos visuais é uma questão de quantos pixels por “arc degree” (algo como “grau do arco”) da visão ela cobre. Veja o que o Dr. Soneira diz:

 

iphone41.jpg

Tela do novo iPhone 4 não seria exatamente como a Apple afirma.

“O iPhone 4 possui uma tela fenomenal...e estou feliz que a Apple resistiu a corrida emocional  para as OLEDs (Organic light-emitting diode) porque elas ainda precisam de muitas melhorias antes de estarem prontas para competir com as altamente refinadas LCDs (tela de cristal líquido) com tecnologia IPS (in-plane switching). A tela do novo telefone da companhia deve ser comparável ao ótimo LCD com IPS do Motorola Droid, que eu testei e comparei com a OLED do Nexus One, que foi derrotado pelo Droid.

Steve Jobs alegou que o iPhone 4 possui uma resolução maior do que a retina – isso não está correto:

1. A resolução da retina é em medida angular – é de 50 ciclos pro grau (Cycles Per Degree). Um ciclo é um par de linhas, que são dois pixels, então a resolução angular do olho é de 0,6 minutos arco por pixel (arc minutes per pixel).

2. Por isso, se você segurar um iPhone aos típicos 30cm de distância dos seus olhos, isso resulta em 477 pixels por polegada (ppi). A 20 cm, é de 716 ppi. É preciso segurá-lo a 45cm antes que caia para 318 ppi.

Então o iPhone possui uma resolução significantemente menor do que a retina. Na verdade, ele precisa de uma resolução muito maior que a retina para poder entregar uma imagem que pareça perfeita para o olho humano.

É uma ótima tela, muito provavelmente a melhor tela em produção (e mal posso esperar para testá-la), mas esse é mais um exemplo de exagero das especificações.”

Aí está – alguns cálculos de um expert em telas mostrando que, apesar de o display do iPhone 4 certamente ser excitante e provavelmente representar um passo a frente para os smartphones, as declarações da Apple de alcançar ou superar a resolução da retina humana seriam exageradas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail