Home > Notícias

iPhone 4S: 5 coisas que a Apple precisa melhorar no Siri

Ainda em fase beta, novo assistente pessoal controlado por voz precisa ser aprimorado; exclusividade para o novo iPhone e falta de segurança são alguns dos defeitos

Tony Bradley, PC World / EUA

21/10/2011 às 11h33

Foto:

O Siri e eu nos conhecemos há apenas alguns dias e acho que estamos nos dando muito bem. Mas, por melhor que o recurso de assistente pessoal controlado por voz pareça, a Apple admite que essa é uma versão beta, e posso ver a razão para isso.

Com certeza o Siri é mais sociável e interativo do que qualquer outro sistema de resposta e comando de voz que já usei, mas ainda há espaço para melhorias no software. Confira abaixo cinco mudanças que faria muito bem ao recurso exclusivo do iPhone 4S.

1. Poliglota
O Siri tem algumas habilidades com idiomas diferentes, mas ainda não é o bastante. A versão norte-americana do iOS 5 rodando no meu iPhone 4S me permite escolher entre inglês (Austrália), inglês (Reino Unido), inglês (EUA), francês e alemão. Não tenho certeza de quantas pessoas nos Estados Unidos e no mundo falam alemão ou francês, mas certamente a Apple poderia ter adicionado o espanhol nessa lista inicial.

Provavelmente leva tempo e espaço para a Apple adicionar mais idiomas ao Siri, mas é algo que será essencial para o crescimento do recurso. Vale lembrar que o português brasileiro também não está disponível ainda – o iPhone 4S ainda não tem data de lançamento oficial por aqui, mas tudo indica para um lançamento até o final de 2011.

2.  Suporte para o iPad 2

Apple, me explica de novo: Por que o iPad 2 não recebeu o Siri? Pelo que entendi, o iPhone 4 não possui o recurso por não possuir o processador dual-core do iPhone 4S. Muito bem, mas esse argumento não é válido para o iPad 2, que já tem o chip A5 desde março.

Gostaria de poder fazer perguntas, ajustar lembretes, verificar o clima, entre outras coisas, usando o Siri no meu iPad 2. Na verdade, tenho certeza que usaria mais o Siri no iPad 2 do que no iPhone 4S. Espero que o suporte para o iPad 2 chegue em breve por meio de uma atualização de software.

iPhone4s300

Novo recurso Siri é exclusivo do iPhone 4S

 

3. Integração mais ampla
Ainda estou aprendendo tudo o que o Siri é capaz de fazer, mas o recurso não é tímido em me mostrar o que não consegue fazer. Até agora aprendi que o Siri não consegue abrir aplicativos e tirar fotos. Ele me permite ditar uma mensagem de texto, mas não um tuíte ou uma atualização de status no Facebook.

Mas a Apple não é a única responsável por isso. A companhia só precisa ter as APIs (interface de programação de aplicativo) que permitem aos desenvolvedores de outras empresas “entrarem” e se integrarem com o Siri. Por exemplo, o app Remember the Mil já descobriu como usar o poder do Siri – assim, quando digo ao Siri um lembrete, ele salva-o no aplicativo.

 

sirikindle01.jpg

Recurso de assistente pessoal ainda carece de maior integração com outros apps do iPhone

4. Segurança padrão
A Apple inclui uma opção no Siri que te permite acessar as habilidades do assistente pessoal sem precisar destravar o seu telefone. Pois há uma brecha de segurança aqui. O problema é que, se eu posso pegar o telefone e enviar uma mensagem de texto, ou acessar meu calendário e lembretes, qualquer outra pessoa com acesso ao aparelho também pode fazer isso.

O maior problema é que a Apple deixa esse comportamento como padrão. Entendo a ideia de disponibilizar a opção, mas ela deveria ficar desabilitada. A ideia de estabelecer uma senha de bloqueio é justamente para evitar o acesso não-autorizado ao meu iPhone e suas informações. Permitir que o Siri “engane” esse código de segurança e compartilhe as informações é uma clara violação do conceito todo.

Você pode desabilitar essa opção na seção Ajustes, mas estranhamente ela não faz parte das configurações do Siri, mas sim da seção Bloqueio por Código (em Ajustes, Geral). Lá você poderá desabilitar a funcionalidade de acessar o Siri a partir de um iPhone bloqueado.

5. Vozes alternativas

Não tenho nada contra a voz do Siri, mas seria legal poder usar vozes
alternativas e dar ao meu iPhone 4S uma “personalidade” única. Quando
mudei de Michigan para o Texas, nos EUA, usei um GPS com múltiplas vozes
no carro. Ele tornou a viagem muito mais divertida, com a possibilidade
de escolher receber minhas instruções de direção de um cara da
Austrália ou de uma mulher da França – incluindo aí gírias e
coloqualismos de cada uma das diferentes culturas.

Não penso necessariamente que a Apple deva adicionar vozes como Darth
Vader, Snoop Dog ou Ozzy Osbourne, como o GPS Tom Tom faz, mas apenas
ter outras opções de voz já seria legal.  E seria bacana ter vozes
famosas do mundo da tecnologia, como HAL 9000 (do filme “2001 – Uma
Odisseia no Espaço”) e GlaDOS (do game Portal), por exemplo.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail