Home > Notícias

iPhone 5 deve “atropelar” o Android

Sistema móvel da Google perdeu participação pela primeira vez em um ano, graças às vendas do aparelho da Apple em outras operadoras

Network World/EUA

21/06/2011 às 19h25

Foto:

O Android pode ter liderado o mercado de smartphones até agora, mas segundo analistas, sua participação poderá cair significativamente com o lançamento do iPhone 5 – especulado para setembro.

O especialista do banco de investimento Needham & Company Charlie Wolf, em comunicado divulgado na terça-feira (21/06) e distribuído a clientes, afirmou que a fatia de mercado dominada pelo sistema nos Estados Unidos caiu no primeiro trimestre deste ano – algo inédito nos últimos 12 meses: foi de 52,4% para 49,5%, de acordo com dados do instituto IDC. Wolf previu também que o novo iPhone acentuará ainda mais a queda, mesmo porque a exclusividade da operadora AT&T acabou.

“Em nossa opinião, a perda de espaço do Android está só começando”, afirmou. “A migração de usuários do sistema da Google para o da Apple na rede da Verizon – que passou a comercializar o aparelho neste ano – deverá aumentar com a chegada do novo produto. É possível que o iPhone seja comercializado também pela Sprint e pela T-Mobile”.

Má recepção
Naturalmente, as afirmações do especialista não foram bem recebidas pelos fãs da plataforma Android. Scott Webster, do portal AndroidGuys, por exemplo, fez notar que o prejuízo do sistema foi pequeno, além de destacar o quanto ele ganhou com o declínio da Research In Motion, dona da linha BlackBerry, e da Nokia.

Para Elias Samuel, do site International Business Times, a variedade de dispositivos com Android fará com que o sistema mantenha sua vantagem em relação aos rivais, principalmente devido aos aparelhos mais baratos. Segundo o jornalista, a plataforma também tem muito a oferecer em termos de produtos top de linha, já que, devido à concorrência entre as fabricantes, é grande a corrida para adicionar funções avançadas como processadores dual-core de 1,5 GHz e conectividade LTE (4G).

“Mesmo que a Apple traga a tecnologia 4G em seus próximos lançamentos, ela ainda é nova nesse setor, ao contrário do Android, que já conta com alguns smartphones adaptados à rede”, afirmou, citando o HTC ThunderBolt como exemplo. “Os novos dispositivos com o SO, ainda por cima, costumam ter mais memória RAM que os produtos da Apple, o que os deixa em vantagem em se tratando de velocidade”.

No começo deste ano, o instituto ABI divulgou estudo no qual apontava que em 2016 quase metade dos smartphones teriam o Android como software, ante 19% do iOS – o sistema do iPhone. Outro instituto, Canalys, informou que no quarto trimestre de 2010 o Android foi a plataforma mais vendida do mundo.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail