Home > Notícias

iPhone 5 deve incorporar sistema de pagamento eletrônico

Segundo analistas de mercado, Apple pretende incorporar a tecnologia de comunicação por proximidade na próxima geração do iPhone e até no iPad

Computerworld/EUA

26/01/2011 às 18h43

Foto:

Tecnologias que permitem aos consumidores comprarem ou pagarem tarifas a partir de seus iPhones ou iPads estão na mira da Apple. De acordo com o serviço de notícias Bloomberg, a empresa deve introduzir comunicação por proximidade (NFC, Near-field communications, em inglês) na próxima geração do smartphone (que deve chegar em junho) e do tablet da empresa.

A NFC permite aos usuários de dispositivos móveis encostar o telefone em um receptor wireless de curto alcance (similar ao que ocorre com o Bilhete Único, em São Paulo) ou tocar no dispositivo para fazer uma compra. A prática é comum no Japão e tem ganhado destaque na Europa, porém sua adoção nos EUA tem sido muito lenta.

Se as fontes do site de notícias estiverem corretas, esse movimento da Apple não seria uma surpresa. Em julho do ano passado, a companhia contratou Benjamin Vigier, que foi gerente de produtos de pagamento e NFC na mFoundry. Vigier concebeu e gerenciou o sistema de pagamento móvel da rede Starbucks no iPhone, que começou a adotar o método de pagamentos via celular em 7.500 lojas em janeiro deste ano.

Ezra Gottheil, analista da Technology Business Research, disse que o sistema de pagamento baseado no iPhone e iPad amarra muitas pontas soltas, e traria à Apple uma nova maneira de fazer dinheiro. Segundo ele, o iTunes e a App Store, que vendem bens digitais, em vez de hardware, produzem pouco . “Eles estariam no meio da transação, dando à Apple uma nova fonte de informação sobre os hábitos de consumo de seus clientes. 

 

iphone4390b
Se o sistema for implantado, smartphone pode ser utilizado para comprar desde aplicativos até um cafezinho

 

A empresa de Cupertino está bem posicionada para se colocar como intermediadora, argumentou Gottheil, por causa de sua imensa base de donos de smartphones e tablets, a fidelidade à marca e sua demografia. “Posso ver muitos varejistas adotando esse método, e a Apple alavancando a popularidade do iPhone e iPad”, afirma Gottheil. O analista também aponta uma conexão entre um possível sistema de pagamento móvel e uma recente promoção no iTunes. Finalizada nesta segunda-feira, os maiores álbuns de 2010 podiam ser comprados a 7 dólares, se fossem adquiridos com o iTunes gift card.

“A Apple paga uma taxa mínima em cada compra feita no iTunes, logo, ao fazer com que a compra fosse feita via gift card, a empresa sai em vantagem”, argumentou Gotheil. Obter um gift card resulta em apenas uma taxa de transação para a Apple, comparado às múltiplas taxas para compras na loja de música online. “Agora eles deram um motivo ao usuário usar o cartão do iTunes” pontuou o analista.

O Starbucks usou a mesma estratégia para minimizar suas taxas de transação para encargos de menor escala e para construir a lealdade à marca, ambos fatores que a Apple pode reproduzir ao amarrar os gift cards pré-carregados do iTunes ou contas existentes. “Isso faria os pagamentos móveis funcionarem melhor para valores menores, seja uma música, aplicativo ou uma única edição de uma revista“, disse Gottheil.

 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail