Home > Notícias

“iPhone” da Gradiente já havia sido lançado em agosto

Aparelho Neo One, anunciado como primeiro da família G Gradiente iPhone, havia sido anunciado no mercado brasileiro em agosto deste ano.

Da Redação

19/12/2012 às 13h48

gradienteiphone_435.jpg
Foto:

Anunciado nesta terça-feira, 18/12, pela Gradiente como o primeiro aparelho da sua família “IPHONE”, o smartphone Neo One já tinha sido lançado pela empresa brasileira em agosto deste ano.

De acordo com reportagens do Teletime e do TechTudo publicadas em agosto, o Neo One lançado nesta semana aparentemente não possui nenhum recurso diferente em relação ao modelo anunciado há alguns meses. As únicas mudanças são o acréscimo do título “G Gradiente iPhone” à frente do nome do aparelho e o preço, que caiu de 900 reais para 600 reais nessa “nova” versão.

O smartphone da Gradiente roda sistema Android 2.3, possui tela de 3,7 polegadas sensível ao toque,  câmera de 5MP, e está disponível nas cores preto e branco.

gradienteneoone01.jpg

Neo One anunciado em agosto (foto) e modelo lançado nesta semana (abaixo)

Apesar de a Gradiente ter feito o pedido do registro da marca G Gradiente iPhone em 2000  (liberado pelo INPI em 2008), muito antes do iPhone chegar ao mercado, a empresa só resolveu utilizar o nome em um aparelho neste ano. A
Gradiente afirma que não tinha usado a marca IPHONE até o
momento porque sua prioridade “foi promover a reestruturação de
sua operação e permitir a retomada de seus negócios”, o que
aconteceu no início de 2012 com o anúncio da CBTD (Companhia
Brasileira de Tecnologia Digital) – que é responsável pelo
arrendamento e gestão das marcas da Gradiente.

Vale notar que o iPhone 5 chegou ao Brasil na última sexta, 14/12, com preços a partir de 2.400 reais, que o tornam o smartphone da Apple mais caro do mundo.

gradienteiphonecomparativo01

G Gradiente iPhone e o iPhone 4S, da Apple

Especialistas ouvidos pela Macworld Brasil afirmam que a Apple poderia conseguir barrar o aparelho da Gradiente mercado caso consiga provar que o “iPhone” da Gradiente causa confusão entre os consumidores na hora da compra. A empresa brasileira também pode entrar na justiça contra a Apple por possuir o registro da marca.

Um acordo entre as empresas também é uma possibilidade, já que a Gradiente fez o mesmo em 2002 após uma disputa com a Sony pelo nome PlayStation, usado em consoles da empresa japonesa desde 1994. A Gradiente havia comprado a marca de uma empresa brasileira em 1999.

Até o fechamento da reportagem, não havíamos conseguido entrar em contato com a assessoria da Gradiente para comentar o caso.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail