Home > Notícias

iPhone derrubou vendas do Windows Mobile

Microsoft diz que não conseguiu cumprir a meta de vendas do Windows Mobile para seu ano fiscal de 2008, vendendo menos do que os 20 milhões esperados.

Macworld/Reino Unido

01/08/2008 às 12h26

Foto:

A Microsoft não conseguiu cumprir seu objetivo de vendas do Windows Mobile para seu ano fiscal de 2008, disse a companhia na quinta-feira (31/07).

Em 30 de junho, quando o ano fiscal acabou, a Microsoft vendeu mais de 18 milhões de licenças, menos do que os 20 milhões esperados. Embora o iPhone 3G tenha chegado às lojas somente em 11 de julho, após o fim do ano fiscal da Microsoft, o celular da Apple pode ter causado um efeito na Microsoft.

“O iPhone 3G deixou muitas pessoas indecisas”, disse Bill Hughes, analista da InStat. “Isso não significa que todos aqueles dois milhões foram para o iPhone”. E acrescenta: "Mas algumas pessoas provavelmente decidiram esperar e ver se a nova versão do iPhone poderia ser mais atrativa do que o Windows Mobile”, disse ele.

“Mais do que o efeito do iPhone, os atrasos com o Xperia, primeiro celular da Sony Ericsson com Windows Mobile, podem ter causado impacto no número de vendas da Microsoft”, disse Chris Hazentol, analista do The 451 Group. Enquanto a Sony Ericsson sustenta que o novo celular será lançado no segundo semestre do ano, a Microsoft pode ter expectativas de que os celulares serão lançados no segundo trimestre e se preparar para lançar os aparelhos no começo do terceiro trimestre. Mas os atrasos na entrega do Xperia podem significar que a Microsoft não poderia calcular suas vendas do Sony Ericsson no seu ano fiscal de 2008, disse ele.

O analista Kevin Burden, da ABI Research, desconfia que a Microsoft forneceu o software para a Sony Ericsson, mas que as falhas nas vendas foram devido a uma incapacidade de fazer mais progressos entre os consumidores. Embora a Microsoft tenha focado em usuários corporativos de Windows Mobile, ela começou recentemente a falar mais sobre características do software dirigidas ao consumidor final.

A Microsoft continua travando uma competição com os celulares BlackBerry. Durante o final do seu ano fiscal, em 1º de março, a Research In Motion, fabricante do BlackBerry, vendeu 14 milhões de dispositivos. “A competição de smartphones corporativos vai ser entre BlackBerry e Windows Mobile”, disse Hughes. 

Embora a Microsoft esteja no mercado de smartphone por muitos anos, o mercado de sistema operacional de celulares está crescendo e se tornando saturado. Além do novo iPhone, a Microsoft enfrentará brevemente uma competição com o Google, que planeja lançar o Android no final deste ano. 

O celular Android, como o iPhone, provavelmente atrairá o mercado consumidor mais do que usuários corporativos, que tradicionalmente focam no Windows Mobile.

Entretanto, poderia representar um problema para a Micrososft. A Hughes recentemente noticiou que um número crescente de companhias, que não determinam quais celulares seus funcionários devem usar, permitem que os próprios usuários tomem a decisão de compra. Essa mudança poderia ser uma boa notícia para o iPhone, que agora permite aos usuários receber e-mails do Outlook nos aparelhos, e para o Android. Mas Hughes previne que as companhias mudam suas políticas de compra de celulares ano a ano, e no próximo ano, mais companhias poderiam ditar o aparelho utilizado pelos funcionários.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail